COMPARTILHAR

cemig7A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig apresentou ao mercado a nova Gestão da Empresa, durante reuniões com investidores realizadas em São Paulo e no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (5/2). Na pauta dos encontros, estava o detalhamento dos principais planos da Diretoria Executiva para os próximos anos.

 

Entre os pontos apresentados com destaque na nova Gestão, está a priorização de uma política de dividendos que atenda aos acionistas e à necessidade de crescimento da Empresa. Aos investidores e analistas presentes nas reuniões, foi garantida atenção à escolha dos investimentos, baseada na estratégia e na composição da carteira de negócios, mantendo-se o foco no setor energético e no retorno compatível com o risco associado a cada empreendimento.

 
Segundo o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos, a prioridade da Companhia no curto prazo é abordar de maneira adequada a discussão sobre a extensão dos contratos de concessão das Usinas Jaguara, São Simão e Miranda. “As dificuldades são muitas, mas buscamos a melhor solução para a disputa judicial através de negociação com o governo federal”, afirmou.

 

Mauro Borges também demonstrou preocupação com a crise hídrica e lembrou que ela não pode impedir o atendimento às demandas dos consumidores. “Temos alternativas viáveis de crescimento e vamos usufruir das oportunidades que o setor oferece, além daquelas que já representam vetores de crescimento vigorosos, tais como o gás natural e a geração de energia renovável”, afirmou.

 

A Cemig

 
A Cemig é a maior empresa integrada do setor elétrico do país, sendo a maior distribuidora em número de clientes (cerca de 8 milhões de consumidores), a terceira maior em geração e a segunda maior do setor de transmissão. A atuação da Empresa se estende a 22 estados brasileiros e ao Distrito Federal, além de ter uma participação em uma linha de transmissão no Chile. Sua área de concessão abrange 774 dos 853 municípios de Minas Gerais, atendendo mais de 30 milhões de pessoas em Minas e também no Estado do Rio de Janeiro, através da Light. A holding é formada atualmente por 206 sociedades, 19 consórcios e 2 Fundos de Investimento em Participações.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.