COMPARTILHAR

Simone Oliveira de AlvarengaEm busca de sonhos e conquistas pessoais, muitas delas quebram paradigmas encarando profissões incomuns para o sexo feminino

 

 

As comemorações do Dia Internacional da Mulher, no dia 08 de março, reforçam uma grande tendência do mercado de trabalho: elas estão conquistando cada vez mais espaço e reconhecimento. Na Mineração Usiminas, esta realidade não é diferente e as mulheres estão presentes em todos os setores da empresa, desenvolvendo as mais diversas funções, mesmo aquelas tipicamente masculinas. Em busca da evolução profissional e da igualdade de direitos, muitas mulheres vão atrás dos seus sonhos, mesmo que isso signifique quebrar os paradigmas da sociedade.

 

 

É o caso da operadora de equipamentos da Mineração Usiminas, Simone Oliveira de Alvarenga. Ela dirige um caminhão fora de estrada utilizado para o transporte interno de minério, capaz de carregar até 100 toneladas do produto. “Vir trabalhar na Mineração Usiminas foi a chance de realizar o sonho de ser caminhoneira, ter uma carreira profissional e seguir os passos do meu pai. Não tinha conhecimento na área e fui capacitada pela empresa. Apesar de ser uma atividade que exige muito, a equipe é unida e se ajuda com dicas de segurança pelo rádio, como redobrar o cuidado nos dias de chuva, por exemplo”.

 

 

Mesmo sendo umas das poucas mulheres do setor, o cuidado com o visual não deixa de fazer parte de sua rotina. Ao descer do caminhão fora de estrada, Simone solta os cabelos e não dispensa os óculos escuros. “Desta forma, me sinto mais feminina. Não é porque trabalho em um ambiente dominado por homens, que preciso me masculinizar”, conta Simone.

 

 

Outra empregada da Mineração Usiminas que atua em uma área dominada pelo público masculino é a assistente de Sinalização, Suelaine Santos Paulino. Há três anos, ela trabalha pintando faixas, fabricando e instalando placas de sinalização nas dependências da empresa. Quando começou na área, não tinha nenhuma experiência, foi se aperfeiçoando com o tempo e todo conhecimento adquirido é considerado por ela como uma conquista pessoal. Suelaine conta que, por ser mulher, é extremamente atenta aos detalhes. “Gosto que tudo esteja bem alinhado e, caso esteja torto, começo novamente”.

 

 

A relação da assistente de Sinalização da Mineração Usiminas com os outros empregados da área é baseada em muito respeito partindo de todas as partes. “Os homens que trabalham diretamente comigo são muito cuidadosos e me tratam sem nenhuma diferença. Sou reconhecida pelo que faço sem nenhuma distinção por ser mulher”, afirma.

 

 

Assim como Simone, a vaidade de Suelaine não é deixada de lado. Ela, que também é manicure, está sempre com as unhas impecáveis, além de cuidar diariamente da aparência. “Uso todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários, mas, por baixo do capacete e dos óculos, dá para manter um cabelo bem arrumado e um batom na boca faz a diferença”.

 

 

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.