COMPARTILHAR

eletrificacaoA Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig apresentou em audiência pública realizada nesta terça-feira (13/10) o plano de universalização da energia elétrica para atender cerca de 55 mil residências no estado. Representantes da Empresa dialogaram sobre a questão com deputados estaduais durante a reunião da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

 

Durante a reunião, a Cemig reafirmou o compromisso da empresa em levar energia elétrica aos domicílios rurais de sua área de concessão, 774 municípios, até 2018. Com o início da execução do plano prevista para o primeiro semestre de 2016, o Plano está sendo negociado entre a CEMIG, o governo do Estado MG e o  órgão regulador do setor, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 

De acordo com o gerente de Gestão e Execução do Programa de Eletrificação Rural da Distribuição da Cemig, Ronaldo de Oliveira, cerca de 95% da área rural do estado possui cobertura de energia elétrica, e para atender a universalização, mais de 20 mil quilômetros de novas redes serão construídas pela concessionária. “Incluindo as atuais e as novas demandas, calculamos que será necessário fazermos em torno de 55 mil novas ligações, conforme já vem anunciando em reuniões com prefeitos e outras autoridades públicas pelo nosso presidente, Dr. Mauro Borges Lemos”, destacou Ronaldo.

 

Grupo de trabalho

O deputado estadual João Alberto sugeriu durante a reunião a criação de um grupo de trabalho, com participação de parlamentares, membros da Cemig e de secretarias de Estado, visando discutir as soluções que serão utilizadas para alcançar o desafio da universalização rural, além de projetos de pesquisa e desenvolvimento. A proposta deve ser deliberada nas próximas reuniões da Comissão.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.