COMPARTILHAR

UTILIDADE-PUBLICA1Reuniões vão apurar impactos do desastre em Mariana, consequências e providências. Relator quer, também, MP na comissão.

 

 

A Comissão Extraordinária das Barragens da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quarta-feira (18/11/15), requerimentos para a realização de 13 audiências públicas e uma visita para debater assuntos relacionados ao rompimento das barragens da Samarco/Vale/BHP, ocorrido dia 5 de novembro no distrito Bento Rodrigues, de Mariana (Região Central).

 

 

O deputado Bonifácio Mourão (PSDB) e a deputada Celise Laviola (PMDB) solicitaram uma audiência pública em Governador Valadares (Rio Doce), para discutir os impactos do rompimento da barragem de rejeitos da Empresa Samarco/Vale/BHP. Ao final da reunião, foi definido que essa audiência será na próxima segunda-feira (23/11), às 9h30, na Câmara Municipal local.

 

 

 

Celise também sugere que sejam realizadas visitas, ainda, aos municípios de Aimorés, Galiléia, Conselheiro Pena, Itueta, Tumiritinga e, em especial, Resplendor, com o objetivo de observar e debater os efeitos do desastre. Esses municípios ficam na rota da lama que está correndo pelo Rio Doce – manancial morto na tragédia.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.