COMPARTILHAR

Trevo Morro do EngenhoA Prefeitura realiza intervenção que mudará radicalmente o prolongamento da rua Ovídio Silva, que antes era tratada como um lixão. Mudança afetará toda a comunidade com mais fluidez no trânsito, mais segurança e conforto

 

A Rua Ovídio Silva, no trecho em terra no bairro Morro do Engenho, está passando por uma transformação radical desde o final do ano passado quando a Prefeitura iniciou as obras de interligação da Avenida Jove Soares com a MG-431, através dessa rua e da Rua Vasco Mendes, no Bairro Morro do Engenho.

 
Nesse prolongamento, o trecho entre a Rua Otávio de Brito e possivelmente até a MG 431, a denominação da via será alterada para Av. Gabriel da Silva Pereira e terá todas as benfeitorias necessárias como canteiro central, passeios, iluminação de Led e toda infraestrutura urbana adequada para o tráfego da cidade, propiciando a interligação direta entre a MG 050 e MG 431 através de vias coletoras internas da cidade.

 
Os moradores da região devem se lembrar de como a rua, no citado trecho, era tratada como um depósito de entulho e lixo por pessoas inescrupulosas de diversas partes da cidade. Periodicamente vários caminhões de entulho eram retirados do local para, pouco tempo depois, tudo voltar a acontecer e a sujeira estar de volta.

 
A mudança que a obra está trazendo para a região, por si só, deverá inibir o uso inadequado do local e garantir limpeza da via para a população, que deve por sua vez contribuir nesse sentido. O trânsito também será alterado, permitindo mais fluidez com as duas pistas de rolamento e a ligação com a Rodovia MG-431 será de extrema importância para a cidade. O trecho tem extensão total de 1.570 metros.

 
Para o comércio e indústria da cidade o esse novo acesso interno e interligado ao sistema viário das MG-050/MG-431 facilita a elaboração de planos de logística tanto para as empresas quanto para os fornecedores, principalmente para aquelas com sede nessa região. “A mudança vai facilitar o nosso acesso ao sistema MG-050/ MG-431 e principalmente dos fornecedores. Às vezes, quando chovia os caminhões não conseguiam chegar até a gente. Apesar da poeira gerada pela obra, a expectativa é que ela seja bastante benéfica e que quando terminar acabe de vez com a poeira, que é frequente aqui, principalmente quando passam carros”, comentou Robson Epifaneo Soares, proprietário de uma metalúrgica que fica próximo a Rua Ovídio Silva.
Andamento das obras

 
No momento estão sendo concluídas as obras de terraplenagem e estabilização dimensional da pista. Todas as obras já executadas e em execução são de responsabilidade exclusiva da Prefeitura Municipal de Itaúna, através da Secretaria de Infraestrutura e Serviços e representam uma economia de mais de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais), considerando os orçamentos anteriores para essa finalidade.

 
É importante salientar que todo o material retirado quando da reforma da Av. Jove Soares, constituído de escória e pedras tipo calçadinha, foi propositalmente depositado ao longo dessa avenida e todo ele utilizado como material drenante em aterros de áreas úmidas, onde foram extremamente necessários. Essa informação atesta a forma séria e correta para disposição de recicláveis e reaproveitáveis com a qual a atual administração trata da coisa pública, nem sempre entendida pela população, que num primeiro momento reclamava, através de vários veículos de comunicação, dessa disposição temporária, considerando-a entulho sem destinação.

 
Para a conclusão das obras, todos os projetos e demais documentos necessários para a pavimentação e urbanização da avenida já foram executados, orçados e quantificados e encaminhados à Caixa Econômica Federal, para obtenção dos recursos necessários. Os custos inicialmente previstos em R$7.210.023,87 foram reduzidos para R$ 4.692.110,16, em razão das obras já executadas e/ou em execução pela Prefeitura. Trata-se portanto, de uma redução excepcional de custos e todos os esforços estão sendo dispendidos para a obtenção dos recursos complementares.

 
Como parte dos serviços a serem concluídos, haverá ainda a necessidade de remoção da atual quadra poliesportiva do Bairro Morro do Engenho, que será reconstruída na mesma praça mas em local que não interfira com o traçado da avenida. Essa remoção será efetuada brevemente a construção de nova quadra está também programada para início imediato.

 
A via estará em condições precárias de uso (em terra) dentro desse exercício, entretanto, a conclusão da avenida com todas as benfeitorias necessárias, dependerá da liberação dos recursos pleiteados junto à Caixa Econômica Federal e somente após obtidos é que a obra poderá ser licitada, o que pode ocorrer também dentro desse exercício, mas não podemos afirmar se ocorrerão.

 
Por se tratar de obra de excepcional importância para a cidade, a atual administração está envidando todos os esforços necessários para sua conclusão, o mais breve possível. Em que pese o desconforto atual com eventuais transtornos, especialmente poeira, esperamos que a população contribua com as obras, não mais fazendo do local depósito de entulho e materiais diversos.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.