COMPARTILHAR

Operação_civil_trafico_1

 

Operação-policia_civil_-05_11

 

operação_de_trafico_e_roubo_irmaos_auler_05-02-d-1024x575

 

Sete pessoas foram presas e um menor foi apreendido durante uma operação da Polícia Civil contra a criminalidade em Itaúna. Segundo informações da polícia, o grupo faz parte da maior organização criminosa da cidade. A abordagem foi durante o cumprimento de mandados de prisão preventiva.
Trinta policiais de Itaúna, Belo Horizonte e Divinópolis participaram da operação que contou com um helicóptero durante os trabalhos. A quadrilha foi detida no Bairro Irmãos Auler. “Há ainda alguns adolescentes que estão soltos em razão da ausência de vaga pra internação. Assim que surgirem as vagas eles serão internados. Contudo, os principais integrantes da quadrilha estão presos”, ressaltou o delegado, Wesley de Castro

 

.
Durante a operação também foram cumpridos mandados de busca e apreensão. Além de maconha, foram apreendidos CDs piratas e materiais eletrônicos como DVD, receptor de TV e vídeo game. Ainda segundo a Polícia Civil, a quadrilha tem envolvimento em vários crimes. Entre eles, sequestro, tráfico de drogas, corrupção de menores e também homicídios.
As investigações dão conta de que, dos 22 homicídios que ocorreram na cidade nos últimos meses, o grupo tem participação em pelo menos 14 deles. “Toda a comunidade tinha medo dessa quadrilha. Eles picharam várias muros na cidade informando que eles eram do PCZ, que é “Primeiro Comando dos Auler”, e informavam que ali era o território deles. Hoje nos retomamos este território, retomamos a paz na cidade de Itaúna”, comentou o delegado Arthur Neves Vieira.

 

Confira a abaixo a reportagem da TV Alterosa.

 

 

Se você não estiver vendo o vídeo acima, clique em GET.adobe.com/flashplayer/ e atualize o plugin do seu navegador.

Fonte: G1 / TV Altersoa

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.