COMPARTILHAR

IMG_9610

 

IMG_0087

 

Já são 65 caminhões de lixo e entulho recolhidos em três operações de limpeza. Moradores reclamam de falta de conscientização.

 

 

Moradores do bairro Pio XII estão sendo prejudicados pela irresponsabilidade de algumas pessoas, que utilizam lotes da Rua B, que é uma via nova, paralela com a Rua Aurélio Campos, como depósito ilegal de entulho e de outros materiais sólidos. Além do risco de acumular água da chuva, o amontoamento de entulho propicia a proliferação de bichos peçonhentos, como ratos e escorpiões.

 

 

O problema é antigo, só no segundo semestre do ano passado a Secretaria de Infraestrutura e Serviços limpou o local por duas vezes, em um curto intervalo de tempo. Na primeira intervenção, no mês de junho, foram retirados 15 caminhões de entulho, no mês de novembro o número subiu para 20 caminhões de entulho. No dia 23/01 a equipe de limpeza da Secretaria voltou ao local e retirou cerca de 30 caminhões de entulho. Na sexta-feira, 30/01, uma semana após o serviço, já havia lixo jogado no local.

 

 

É importante frisar que além de ser uma área residencial, há um colégio ao lado da via, que atende desde crianças a adolescentes. Para a moradora Rosangela Viana toda a população tem que se conscientizar e fazer sua parte. “Eu acredito que não tem poder público que dê conta disso sozinho. Falta conscientização da população. Acho que a Prefeitura tem feito o que pode, colocando os coletores de lixo e fazendo a coleta diariamente, da forma como foi programada. Na verdade, é uma questão de consciência, de educação. Eu, por exemplo, não tenho coragem de jogar um papel de bala no chão, acho que todo mundo deveria se conscientizar, se cada um cuidar da frente da sua casa, organizar melhor a disposição do lixo para coleta já ajuda bastante”.

 

 

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.