COMPARTILHAR

Cristiane Moreira Gerente de Atenção Social e Cristina Pereira beneficiária do programaMais de mil pessoas deficientes ou com mobilidade reduzida que não possuem condições financeiras para se deslocarem aos locais de tratamento são atendidas pelo Programa

 

 

Por meio do Programa Passe Livre, a Secretaria de Assistência Social, assegura às pessoas deficientes, que estão em condição de mobilidade reduzida ou em tratamento de hemodiálise, e não possuem condições financeiras para se deslocarem aos locais de tratamento a passagem gratuita nos veículos de transporte coletivo. No caso das pessoas que não podem se locomover sozinhas, o benefício é estendido ao acompanhante.

 
O serviço é realizado conforme preceitos da Lei Municipal nº 4.343, de 2008. Hoje já são beneficiadas 1.101 pessoas, das quais 469 contam com o beneficio estendido ao acompanhante. Em 2014 a Secretaria registrou 133 novos beneficiários. De janeiro a março deste ano já foram cadastradas mais 29 pessoas.

 
Para a beneficiária do Programa, Cristina Pereira, de 49 anos, o Passe Livre é fundamental para que ela consiga fazer os tratamentos necessários. Moradora do bairro Santanense, ela precisa pegar dois ônibus para fazer fisioterapia na Universidade de Itaúna. “O benefício me ajudou bastante, eu gastava muito com passagem e às vezes deixava de frequentar o Centro de Convivência e a fisioterapia na Universidade de Itaúna, porque não tinha dinheiro. Hoje consigo frequentar ambas sem faltar. Sou muito grata a Assistência Social por este benefício, só tenho a agradecer a seus servidores, pois dependo totalmente do Passe Livre para ter mais qualidade de vida”.

 
Quem tem direito ao benefício:

 
Pessoas com deficiência física, deficiência auditiva, deficiência visual, deficiência mental, em tratamento de hemodiálise e pessoas enquadradas no conceito de mobilidade reduzida, que mesmo não sendo consideradas deficientes, por qualquer outro motivo, possuem dificuldade permanente ou temporária de se locomover.

 
Para ser beneficiado, a renda mensal da família não pode ultrapassar dois salários-mínimos.
Documentos necessários para o requerimento do benefício

 

 

02 fotos 3×4 recentes e iguais;
Xerox da Carteira de Identidade e CPF do usuário (caso seja criança, certidão de nascimento);
Xerox do CPF e da Carteira de Identidade dos demais membros da família;
Xerox dos comprovantes de renda de todas as pessoas da família (03 últimas folhas de pagamento);
Xerox das Carteiras de Trabalho de todos os membros da família, (1ª folha, frente e verso e folha de registro de contrato do último emprego), é necessário levar as carteiras originais para conferência;
Xerox do comprovante de endereço;
Atestado médico com CID (Classificação Internacional de Doenças), emitido por médico especializado, devendo constar:
-O tratamento, a frequência semanal e o período do mesmo;
-se haverá necessidade de acompanhante para o tratamento e
-se a deficiência é permanente ou temporária.
Atestado de matrícula na Escola e frequência escolar com comprovante mensal, exclusivo para pessoas menores de 18 anos;
Após apresentar a documentação, o beneficiário será submetido a uma perícia médica para validação das informações apresentadas.

 
O horário de atendimento do Passe Livre é de 7h às 10h30min e de 13h às 16h30min, de segunda a sexta-feira, na Secretaria de Assistência Social, que fica na Rua Godofredo Gonçalves, 328, Centro.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.