COMPARTILHAR

Gilclér Regina“Se você perder a motivação aos poucos vai perdendo tudo”.

 

O ser humano possui duas escolhas na vida: Ficar onde está, sem evoluir um único centímetro ou ir em busca de suas conquistas e alcançar objetivos pessoais e profissionais.

 
Para alguns, isso é chamado de “livre arbítrio”, para outros “arregaçar as mangas e correr contra o tempo”.

 
Não importa que denominação receba a força que move as pessoas. A motivação é algo que se alimenta do interior de cada indivíduo, e cabe a cada um fazer o seu papel.

 
Por outro lado, vale lembrar que no campo organizacional, as empresas também possuem uma importante parcela de colaboração para motivar os profissionais.

 
A questão em si não é o quanto investir, mas que ações realmente fazem os indivíduos sentirem-se parte da realidade corporativa e não apenas serem meros espectadores.

 
O ser humano é motivado por natureza, vencendo uma concorrência em “genes” equivalente a quase 50 populações do planeta Terra, ou seja, 300 bilhões de genes para somente um viver.

 
O ser humano nasce, cresce e vive num ambiente global e competitivo onde uns tem mais sucesso que outros. É a competição da vida.

 
Alguns são até mais felizes que outros. Assim, no universo corporativo, penso que o que vai definir o resultado é essa junção das duas situações, ou seja, da parte da empresa, criar mecanismos que trabalhem o estímulo das pessoas e da parte dos funcionários entenderem que eles podem buscar suas diferenças, buscando conhecimento. É isso que constrói uma carreira de sucesso no mercado.

 
Conhecimento destrói incertezas. Conhecimento com motivação constrói resultados.

 
A pergunta que se faz é: Como trabalhar a motivação? O líder deve saber trabalhar com duas situações. Em primeiro lugar, perceber que ele estará diante de pessoas e estas são na sua essência muito diferentes, com reações e perfis diferentes. O que fazer? Saber aceitar as diferenças individuais e ao mesmo tempo trabalhar o potencial de cada um.

 
Em segundo lugar, reconhecer o que a maioria de todas as lideranças no mundo reconhece, isto é, entender que o grande desafio para se atingir metas e objetivos passa por uma equipe motivada.

 
Não se pode construir uma empresa 100% em excelência e resultados com uma equipe 50% em comprometimento com metas, qualidade ou na aceitação dos desafios.

 
Pense nisso, uma boa semana, um forte abraço e esteja com Deus!

 

 

Gilclér Regina
_____

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.