COMPARTILHAR

32a3b3e7eeff03b6258ce7e6995e86c1A Igreja Católica celebrou oficialmente a Páscoa no primeiro domingo de abril, mas as celebrações desse tempo pascal devem se prolongar até a festa de Pentecostes que também é marcante na liturgia.

 

Os sacerdotes continuam com suas vestes brancas, que simbolizam a ressurreição de Cristo, e foi assim que o bispo Diocesano Dom José Carlos de Souza Campos celebrou, nessa semana, a missa de Páscoa na Penitenciária Pio Canedo.
Dom José, que já esteve no presídio outras duas vezes enquanto padre, falou da importância dessa celebração:

O bispo defende que momentos como esse sejam mais comuns e pediu empenho da Pastoral Carcerária, dos padres e da própria comunidade:

 

O presidente da Pastoral Carcerária, Heleno Gomes, falou satisfeito da celebração dizendo que foi um grande presente de Páscoa para os detentos e os agentes pastorais:

 

Também presente no momento religioso, a diretora da Penitenciária Sara Simões ficou impressionada com a devoção e o respeito com os quais os detentos participaram da missa:

 

Ao final da celebração, Dom José Carlos elogiou a estrutura da Pio Canedo e o trabalho realizado pela direção da cadeia, mas lamentou a superlotação que vem afetando o sistema prisional brasileiro.

 

Também foi discutida a possibilidade de se construir no complexo um espaço para celebrações religiosas e a realização de cursos, reuniões de oração e cultos, não só da Igreja Católica mas de todas as expressões religiosas representadas pelos presos.

 

 

Dom José apoiou a iniciativa e o assunto agora será levado à Secretaria de Estado de Segurança Pública.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.