COMPARTILHAR

Gilclér Regina“Um povo dividido é um povo fraco. O mesmo vale para uma família, uma empresa…”.

 

 
Rico que se acha superior ao pobre é tão deprimente quanto o pobre que se acha mais digno que o rico pelo simples fato de ser pobre.

 
O que define uma pessoa não é sua conta bancária e sim o seu caráter.

 
Qualquer discurso diferente desse é conversa manjada para conseguir vantagens pelo voto e colocar uma classe contra a outra a fim de tirar proveito da situação.

 

 

Quanto mais as classes brigam entre si:pobres e ricos, homens e mulheres, brancos e negros, funcionários e empresários, pais e filhos,mais fracas se tornam a população diante de um sistema comandado por meia dúzia de “caciques” obcecados pelo poder.
Um povo dividido é um povo fraco. Vale à máxima: “O povo unido jamais será vencido”.

 
Pergunta-se: Quem é o povo? O povo é o rico e o pobre, o negro e o branco, o empresário e o funcionário, o filiado a partido político e o não filiado a partido nenhum. Todos são igualmente povo. Não se deve haver privilégio para ninguém.

 
Então, pergunta-se novamente: E quem NÃO É o povo? Quem não é o povo é quem está no poder. Esses, na realidade, são os empregados do povo. O papel deles é o de servir a população e não de serem servidos. Pelo menos, eticamente, deveria ser assim.

 
E você? E sua empresa? E sua família? Estão divididos? Você está sendo pedra ou vidraça? Pare para refletir com sua equipe ou com os seus familiares e veja se estão divididos entre si e com isso deixando o que é mais importante de lado.

 
Pense nisso, uma boa semana, um forte abraço e esteja com Deus!

 

* Gilclér Regina – Palestrante com experiência em vendas, varejo, atacado, liderança e motivação. Escritor com 10 livros editados. Muitos eventos de CDLs e ACEs em todo país. Mais de três milhões de livros vendidos. Sua palestra mostra que pessoas estão vencendo nas piores cidades e fracassando nas melhores cidades.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.