COMPARTILHAR

unnamed-3Uma sessão solene ecumênica em homenagem aos 50 anos de encerramento do Concílio Vaticano II marcou as atividades da 53ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no final da tarde de sexta-feira, 17. A cerimônia foi presidida pelo arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência, cardeal Raymundo Damasceno Assis. Dom José Carlos, Bispo de Divinópolis, esteve presente.

 

Além de dom Damasceno, compuseram a mesa o núncio apostólico, dom Giovanni D´Aniello; o arcebispo emérito da Paraíba (PB) e padre conciliar, dom José Maria Pires; o arcebispo de São Paulo (SP) e presidente do grupo de trabalho para as comemorações do cinquentenário do Concílio, cardeal Odilo Pedro Scherer; o presidente da Comissão para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religiosos da CNBB, dom Francisco Biasin.

 

Também integraram a mesa o presidente e a secretária geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), dom Flávio Irala e pastora Romi Bencke; o vice sinodal do Sínodo do Sudeste da Igreja Luterana no Brasil, pastor Ernani Röpke; o primaz da Igreja anglicana no Brasil, dom Francisco de Assis Silva; a diretora geral da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, reverenda Sonia Gomes; os representantes da Comunidade Carisma, pastor Rui Rodrigues e pastor Álvaro Paluci; o representante da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil, reverendo Tércio Paulo de Almeida; o bispo auxiliar da Igreja Ortodoxa Antioquina, dom Romanós Daoud; e o representante da Igreja Antioquina no Movimento Ecumênico, padre Gregório Teodoro.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.