COMPARTILHAR

ComunicadoApós mais de um mês de atendimentos, 1708 pessoas tiveram assistência necessária

 

 

O SOS Dengue foi criado para ajudar e agilizar os atendimentos dos pacientes com suspeita da doença em Itaúna. O serviço da Prefeitura de Itaúna começou a ser oferecido à população no dia 25 de abril deste ano. Com mais de um mês funcionando, mais de 1.700 pessoas foram atendidas no Posto Central com o atendimento necessário realizado por uma equipe de médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem prestaram o atendimento necessário como hidratação oral e venosa e coleta de material para a realização de exames.
De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, Ângela Gonçalves do Amaral, além de desafogar o Pronto Socorro, com a criação do SOS Dengue os pacientes puderam ter atendimento necessário com uma estrutura adequada: “Os atendimentos no SOS Dengue caíram muito nos últimos dias, então não justifica manter o serviço funcionando exclusivamente para isto. Quem tiver suspeita da doença pode procurar a Unidade de Saúde mais próxima da sua residência ou o Pronto Socorro nos finais de semana. Foi muito válido criarmos o SOS Dengue para que as pessoas pudessem ter uma assistência necessária e se sentissem mais seguras, além de desafogarmos o Pronto Socorro”, disse a Secretária.
O valor gasto nos 39 dias de atendimento do serviço foi de aproximadamente 45 mil reais.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.