COMPARTILHAR

IMG_9138

 

IMG_9110Ordem de Serviço foi assinada e meio ambiente é o grande vencedor

 
Foi assinada na segunda-feira, 08/06, a Ordem de Serviço para a construção da segunda e última etapa da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE – de Itaúna que deverá entrar em funcionamento em 15 meses. A Solenidade aconteceu na própria ETE, no Distrito Industrial, que já tem a primeira etapa praticamente finalizada. A Assinatura da Ordem de Serviço representa para Itaúna a conquista de um meio ambiente protegido, a liberação de águas limpas de volta para o Rio São João e a colocação da cidade como uma das poucas no país que terá 100% do ciclo de saneamento completo – desde captação em toda a cidade e zona rural, até o tratamento do esgoto antes de ser liberado no rio. Para a conclusão da obra, que tem prazo previsto de 15 meses, foram liberados para Itaúna, por meio do Ministério das Cidades do Governo Federal, 14 milhões de reais a fundo perdido – ou seja, o município não terá de pagar por este investimento. A administração pública investirá 1milhão e 200 mil reais como contrapartida para a conclusão da ETE.

 

 

O Superintendente Regional do Centro-Oeste de Minas da Caixa Econômica Federal, Marcelo Bomfim, ressaltou a importância do projeto para o governo e que para a aprovação do mesmo foram necessárias muitas intervenções técnicas da administração municipal que vem trabalhando arduamente para conquistar a verba desde o início do mandato. Ele também salientou o destaque que Itaúna terá na região quando a ETE estiver finalizada. “Este momento tem um alcance fantástico para as gerações futuras. Itaúna já se destaca como uma cidade que faz uma exemplar coleta seletiva, que respeita o meio ambiente e agora terá mais esta obra tão importante para o saneamento. Itaúna dá um show pois muitas cidades tentaram e não conseguiram esta aprovação e ficará entre os primeiros municípios do país no tratamento de esgoto e com esta excelente estrutura de saneamento”, afirmou.

 

 

Meio ambiente protegido

O Prefeito Osmando lembrou e ressaltou a importância do trabalho de todos os gestores para a conclusão da obra, desde o primeiro momento, quando o ex-prefeito Nilton Penido criou o Saae, passando pelos ex-diretores da autarquia que trabalharam no desenvolvimento do projeto até os gestores municipais e estaduais que se envolveram com o mesmo, citando nomes de várias pessoas que se comprometeram direta ou indiretamente com a concretização da Estação de Tratamento de Esgoto de Itaúna.

 
“Hoje ao tratar o esgoto estamos contribuindo para sanear a bacia do rio São João e beneficiando além de Itaúna também as cidades de Pará de Minas, Igaratinga, Pitangui. Itaúna ficará praticamente 100% saneada, e as nossas comunidades rurais estão também praticamente todas com a captação e tratamento de esgoto. Estamos muito orgulhosos de Itaúna ter conseguido este recurso, sabemos como é difícil um recurso hoje e vamos com uma equipe muito séria dar a melhor destinação a cada centavo. Se depender de nós e da nossa equipe cada centavo será usado em benefício da natureza. E sabemos que saneando o rio São João estamos contribuindo para o saneamento da bacia do Rio Pará, e consequentemente estaremos contribuindo também para melhorar as condições sanitárias do rio São Francisco. Sem dúvida nenhuma quem cuida do meio ambiente cuida da vida e do universo”, completou o Prefeito Osmando Pereira.

 

 

Presenças

Estiveram presentes o prefeito Osmando Pereira da Silva e o vice-prefeito Antônio de Miranda, o Presidente da Câmara, Francis Saldanha, e nove vereadores, e o Diretor do Saae, Marcos Ferreira. Presentes também representantes do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal, Marcelo Bomfim, Superintendente Regional do Centro-Oeste de Minas da Caixa Econômica Federal, Humberto Dehon de Oliveira, Gerente Regional do Centro-Oeste de Minas, Hudson Lima Freitas, Gerente de Filial da Área de Governo da Caixa, Mário Célio, Representante Caixa no Município de Itaúna e Juliano Rafael de Oliveira, Gerente Geral da Agência Caixa de Itaúna. Também participaram da cerimônia representantes da área de meio ambiente como o Conselheiro do Copam Alto São Francisco, Roberto Soares Nogueira, o Coordenador do Projeto de Revitalização do Rio São João, Ralim Dias Mileib, ex-diretores do Saae, funcionários da autarquia, representantes do empresariado de Itaúna, da imprensa, de Associações Comunitárias, e trabalhadores da obra da ETE.

 

 

Números da conclusão da ETE

 

Investimento do Governo Federal – 14 milhões
Investimento do Governo Municipal – 1,2 milhões
A ETE em Itaúna

 

Projeto – 1998

 

Licenciamento Ambiental – 1999

 

Aprovação de financiamento – 2004

 

Início da primeira etapa – 2012

 

Início da segunda e última etapa – 2015

 

Previsão de conclusão – 2016

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.