COMPARTILHAR

BOLATítulo será decidido em duas rodadas. Os jogos finais serão realizados no Estádio José Flávio de Carvalho

 

 

Após três meses de competição, o XXX Campeonato de Futebol Rural chega a sua fase final. Cerca de 450 atletas se inscreveram no Campeonato. Foram 68 partidas, disputadas entre equipes de 15 comunidades rurais. Mais de 80% dos jogos foram realizados na zona rural, passando para os principais campos da cidade a partir da segunda fase, na qual se classificaram oito equipes, deixando a competição ainda mais acirrada.

 
Os jogos da final do Campeonato de Futebol Rural serão realizados no Estádio Municipal José Flávio de Carvalho, na região central da cidade, palco de grandes decisões, dando oportunidade para que a população acompanhe as disputas, a entrada é gratuita.

 
Se classificaram para a grande final pelo 2º Quadro a equipe de Barragem, de forma invicta, com duas vitórias e um empate, e Cachoeirinha, em segundo lugar, com duas vitórias e uma derrota. No 1º Quadro a equipe de Sta Cruz de Marques se classificou em primeiro lugar, também de forma invicta, vencendo todos os jogos. A segunda vaga ficou com a equipe de Pedras, que se classificou no saldo de gols, após golear a equipe de Freitas por 13 a 02 no último jogo da segunda fase. Serão premiados com troféus e medalhas o campeão e vice, artilheiro, equipe mais disciplinada, goleiro campeão e treinador campeão.
Resultado da última rodada (14/06):

 
2º Quadro
Pedras 3X7 Freitas
Cachoeirinha 0X1 Barragem

 
1º Quadro
Freitas 2 X 13 Pedras
Sta Cruz Marques 5X2 Cachoeirinha

 

 

Jogos da final

 

DIA

HORA

LOCAL

JG

QUADRO

JOGO

21/06

14:00

José Flávio

69

Cachoeirinha

X

Barragem
16:00

70

Sta Cruz Marques

X

Pedras

28/06

14:00

José Flávio

71

Barragem

X

Cachoeirinha
16:00

72

Pedras

X

Sta Cruz Marques
COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.