COMPARTILHAR

Imagem 002“Só tem mentiras”, indignou-se Carlos, do bairro Parque Jardim

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Itaúna recebeu a visita do presidente da Associação Comunitária do bairro Parque Jardim, Sr. Carlos Alberto Jacinto de Melo, no dia 03/07. Carlinhos, como é mais conhecido, chegou trazendo debaixo do braço um exemplar do jornal S’Passo do dia 27/06, na qual constava na capa foto e matéria sob o título “Construção de praça no Parque Jardim está parada há dois anos”. O presidente da Associação Comunitária do bairro veio pedir que a notícia fosse desmentida. “Este jornal está mentindo”, afirmou.

 

 

O jornal anuncia a obra da praça como sendo de responsabilidade da administração pública, porém, essa informação não está correta, a Prefeitura não está envolvida na obra. A construção da praça foi pactuada entre a Associação Comunitária do bairro Parque Jardim e a Promotoria Pública do Meio Ambiente por meio de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), no qual a promotoria cederia os materiais e a Associação Comunitária a mão-de-obra. À Prefeitura coube a iluminação do local.

 

 

 

Carlinhos estava indignado: “O jornal falou que a pracinha está abandonada sendo que tem poucos dias que acabamos de fazer ela. O que era pra gente fazer a gente fez. Eles estavam reclamando que não tinha bancos, mas a gente estava esperando pra ver como ia ficar pra depois colocar os bancos. Hoje já tivemos a autorização do promotor pra colocar os bancos que serão doados pela Associação. Nós que estamos nos unindo para colocar os bancos lá. Esta praça foi feita pela Associação em parceria com a Promotoria. A prefeitura não tem nada com isso. Só colocou a iluminação lá. Esse jornal só tem mentiras!”.

 

O presidente da Associação Comunitária do bairro afirma que não foi procurado em momento algum por ninguém da reportagem do jornal: “Ninguém do jornal procurou a gente. Inclusive, queria notificar o jornal porque quando foram fazer uma reportagem no Parque Jardim, deveriam ouvir o presidente da Associação Comunitária. Ficamos oito anos abandonados lá, e agora que estão começando a fazer coisas pelo bairro eles vão falar mal de qualquer maneira. Não está certo isso. Se esse pessoal do jornal tem problema com as pessoas que se resolvam pra lá, nós não temos nada a ver com isso, somos pobres, precisamos trabalhar, lutamos para fazer o melhor. Tem coisas que ainda podem melhorar, mas a prefeitura está trabalhando, se alguém está falando mal da administração lá é porque tem algum problema pessoal. Ficamos oito anos abandonados lá. Oito anos sem nada!”.

 

Obras em destaque

Além de contestar a notícia sobre a praça o presidente comunitário fez questão de destacar as obras do governo municipal que foram feitas no Parque Jardim. “Tem muita coisa boa acontecendo lá, como o asfalto na Avenida João Moreira de Carvalho, que vai até a escola Padre Waldemar, a ampliação da escola Padre Waldemar, o asfaltamento daquela avenida perto da linha e a Avenida Joaquim Soares Nogueira”.

 

 

Carlos lembra também de outras melhorias no bairro como a abertura da Rua Magnesita com terraplanagem, pavimentação poliédrica, construção de rede pluvial, de água e de esgoto e meio fio e a continuação da Avenida João Moreira de Carvalho até a Rua Juatuba. Ele contesta também a informação dada pelo jornal de que a sujeira toma conta das ruas: “A limpeza agora está ótima. Melhorou demais.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.