COMPARTILHAR

IMG_4317Idosos marcaram presença e discutiram formas de melhorarem a qualidade de vida da terceira idade

 

 

Com a participação de 200 pessoas, a 2ª Conferência do Idoso de Itaúna, realizada na quarta-feira, 08/07, no Centro de Convivência do Idoso Maria Cândida da Silva, conseguiu debater com os idosos e membros do Conselho Municipal do Idoso (CMI) questões importantes para uma melhor qualidade de vida da terceira idade.

 
O evento teve como tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa – Por um Brasil de todas as idades”. O palestrante Carlos Alberto dos Passos, do Conselho Estadual do Idoso, levantou a importância de conhecer os direitos sociais e dos idosos terem uma consciência coletiva e participativa para requererem seus direitos, principalmente a liberdade de decidir e controlar seu próprio destino. “Muitas coisas só nós sabemos. Você que é o protagonista, você que vai se apoderar, então lembre-se daquilo que o município precisa. As vezes o outro quer ajudar, mas não sabe como, nós temos que dizer o que precisamos”, disse o palestrante.

 

 
A palestra foi bastante interativa, o público fez várias perguntas e se viu nas histórias contadas por Carlos. Além do representante do Conselho Estadual do Idoso, a Conferência também contou com a participação do Promotor de Justiça Enéias Xavier Gomes, do gerente superior de assistência social Simoncele Botelho Moreira, representando a Prefeitura, da Presidente da Fundação Frederico Ozanan Zuleide Gonçalves Silva e da Presidente do CRASI Ulisseia Coleta.

 

 
A Conferência também contou com uma linda apresentação do grupo de dança Glamour, do Centro de Convivência do Idoso, com o professor de dança Juliano Machado. Para realização da Conferência, o Conselho Municipal do Idoso contou com o suporte da Secretaria Municipal de Assistência Social.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.