COMPARTILHAR

2015 07 15 - Reunião Revitalização do Centro Comercial (1)

 

Prefeitura planeja alargar calçadas com apoio de comerciantes, CDL e Sebrae.

Comerciantes avaliam; Proposta ainda é elaborada e não há previsão de início.

Parte da região central de Itaúna poderá ser transformada em espaço de comércio popular. É o que propõe um projeto elaborado pela Prefeitura e em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Comerciantes ainda não foram consultados sobre a proposta. Ainda não há previsão de início e fim de obras que deverão alargar algumas calçadas da região.

Segundo o governo municipal, estão sendo projetadas adaptações em passeios de vias no entorno da Praça Doutor Augusto Gonçalves, com alargamento de até 4,5 metros, para reordenação da mobilidade urbana, com atenção voltada para quem tem necessidades especiais de locomoção.

Como se tratam de locais públicos, a infraestrutura será de responsabilidade da Prefeitura. Lixeiras serão reposicionadas, além de placas e até mesmo um terminal para embarque e desembarque em ônibus urbanos serão instalados. Conforme informou a Prefeitura, o projeto deverá ser de baixo custo e depende, também, da aceitação por parte dos comerciantes.

 

Os detalhes do projeto foram discutidos em reunião entre o prefeito Osmando Pereira e representantes das duas entidades, na quarta-feira (15). Com detalhamentos feitos pelo arquiteto urbanista Aílton Darlan Ribeiro, gerente de arquitetura e projetos da Secretaria Municipal de Regulação Urbana. “O grupo de estudos volta a se reunir no próximo dia 31, quando serão discutidas novas medidas para concluir o projeto”, informou o Executivo.

 

O contato com os comerciantes, para informá-los sobre as possíveis mudanças, deverá ser feito por equipes da CDL, em datas ainda não definidas. De acordo com o presidente da entidade, Maurício Gonçalves Nazaré, a mesma ideia já foi colocada em prática em grandes centros comerciais de cidades brasileiras e também de outros países. “O objetivo é desenvolver e fomentar o comércio criando mais atratividade, para que haja menos evasão de consumidores, sendo um convite também para consumidores de cidades da região. O papel da CDL Itaúna é criar sinergia entre os associados, para viabilizar o projeto”, explicou.

 

Liziane Marinho é analisa técnica do Sebrae e responsável por coordenar as ações do órgão em Itaúna. Ela ressalta que o projeto ainda está no papel. “Tenho acompanhado essas reuniões, dando sugestões e participando das decisões, para encaminhamento informações ao Sebrae. Esse projeto que está em construção ainda não é o projeto final. Quando o projeto final for concluído, iremos apresentá-lo aos empresários, para que todos saibam exatamente quais serão as ruas contempladas”, pontuou.

 

Palavra de comerciante

O comerciante Guilherme Moreira tem uma loja de informática no Bairro das Graças, mas recorre com frequência a outros estabelecimentos na região central da cidade. “As calçadas do Centro são muito apertadas. Se você estiver caminhando junto com outras pessoas, precisa ficar desviando de obstáculos. Também há um problema sério de acessibilidade. Aumentar as calçadas para que as pessoas andem com mais facilidade é uma tendência e uma decisão útil para valorizar o comércio. Também é importante construir estacionamentos fora da área de comércio central, pois as ruas também já estão pequenas para tanto carro”, opinou.

 

Marcos Antônio do Couto é gerente de uma loja de móveis no Centro de Itaúna. Habituado a caminhar pela região, ele acredita que o projeto melhore a circulação. “As ruas dessa região são muito estreitas, pois foram construídas num tempo em que quase não havia carros. Os passeios são estreitos e o trânsito é caótico. A cidade de Divinópolis é um exemplo neste sentido, pois já faz muito tempo que a Prefeitura de lá decidiu alargar as calçadas e criar pontos de acessibilidade das principais ruas e avenidas centrais”, finalizou.

 

Fonte: G1

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.