COMPARTILHAR

IMG_8846Mais de vinte mil pessoas possuem cadastro e expectativa é de aumento deste público

 

Apesar da disseminação dos livros digitais, os impressos ainda são a preferência de muitos itaunenses. Para oferecer um ambiente mais confortável para esse público, que não abre mão de um bom livro, a Prefeitura de Itaúna procurou um espaço mais amplo, tranquilo e com boa localização para instalar a Biblioteca Pública Municipal Engenheiro Osmário Soares Nogueira.

 

 

Os aproximadamente 22 mil exemplares que a biblioteca possui foram organizados no prédio onde funcionava a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, localizado à Rua Zezé Lima, 176, no Centro. Segundo Milton Machado da Fonseca, responsável por administrar a Biblioteca Municipal, a mudança agradou ao público. “Atualmente temos cadastradas 21.691 pessoas, entretanto, esse número deve aumentar. O pessoal está gostando muito do novo espaço, estão frequentando mais”, comentou.

 

 

A nova sede da biblioteca municipal também ganhou um espaço direcionado às crianças, com clássicos da literatura infantil, brinquedoteca e uma decoração lúdica, feita por uma pedagoga da Secretaria Municipal de Educação. O resultado foi um ambiente mais confortável para estudos.

 

 

Acervo

Além dos livros convencionais, a Biblioteca Municipal possui livros em braille para várias idades, com clássicos da literatura brasileira, didáticos, religiosos, entre outros. A biblioteca também possui audiolivros, com várias temáticas e até mesmo de cursos, como, por exemplo, de educação de surdos. A biblioteca recebe gratuitamente livros em braille, falados e digitais acessíveis, produzidos e distribuídos pela Fundação Dorina Nowill para Cegos.

 

 

Doação de livros

Quem quiser, pode doar livros, em bom estado, para a Biblioteca Municipal. Entretanto, são aceitas apenas doações de livros de literatura. O Estado repõe o acervo de livros didáticos, com conteúdo atualizado, por isso, a biblioteca não pode receber esse tipo de material. “Acontece muito das pessoas quererem se desfazer de livros didáticos velhos, mas ficarem com pena de jogar fora, então, querem trazer para a biblioteca. Entretanto, nós não temos como receber esses livros. A reposição do livro didático é feita com frequência pelo Estado, portanto há uma superoferta. As pessoas não precisam ficar com receio de se desfazer de livros didáticos velhos. Esse material deve ser encaminhado para a reciclagem, uma vez que os conteúdos sempre são atualizados”, explicou Milton.

 

 

Carteirinha

Para fazer a carteirinha da biblioteca, basta levar comprovante de endereço (conta de luz ou telefone), documento de identidade e uma foto 3×4. Não é cobrada nenhuma taxa. A Biblioteca Municipal funciona de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 20h. Mais informações pelo telefone (37) 3243-6196.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.