COMPARTILHAR

IMG_2989Experiência de reciclagem da cidade vai figurar como modelo exitoso em filme que terá exibição nacional

 
Itaúna recebe nesta semana a cineasta Tania Quaresma que possui uma extensa lista de realizações na área cinematográfica com Roteiro, Produção Executiva e Direção de vários filmes exibidos no Brasil e no exterior. Tânia Quaresma vem a Itaúna filmar a realidade vivida pelos catadores da Coopert e o tratamento e destinação do lixo no município para o longa-metragem “Catadores de História”, um filme documentário que tem previsão de lançamento nacional em agosto deste ano.

 

 

O filme foi concebido com o objetivo de criar condições para que a sociedade em geral tome conhecimento e se aproprie de sua realidade socioambiental, com foco central no “lixo”, e nos profissionais que tiram dele seu sustento, de uma maneira forte, lúdica e afetiva. Inicialmente, os principais protagonistas do documentário, (ganhador do edital FAC/DF para longa metragem -2013), eram os catadores que vivem no entorno do Lixão da Estrutural, o maior “a céu aberto” da América Latina, localizado em Brasília. Mas a constatação de que os problemas enfrentados na capital da República se reproduzem em todo o território brasileiro, ilustrados pelas particularidades de cada região, fez com que fossem mostradas no filme, tanto configurações regionais dos problemas, como comunidades de catadoras com experiências exitosas em outras unidades da Federação. Itaúna será um exemplo de experiência exitosa.

 

 

O filme será lançado em salas de cinema, no Brasil e internacionalmente. Participará de festivais e terá, posteriormente, sua reprodução e exibição liberadas, gratuitamente, para fins educativos e não comerciais.

 

 

Haverá também um ” lançamento solidário”, com ampla divulgação via redes sociais, que consistirá de exibições agendadas por Universidades, Escolas, Condomínios, Clubes, Associações, Cooperativas, Sindicatos, Empresas e Prefeituras, inicialmente por todo o Brasil, contando com a presença de catadores e direção do filme. Essas exibições tem como objetivo, promover um amplo debate sobre a questão do “lixo” que todos geramos, tendo em vista, principalmente a divulgação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e a implantação da Coleta Seletiva Popular Solidária.

 

 

Tania Quaresma

 

Cineasta, nascida em Belo Horizonte, começou a trabalhar como fotógrafa em 1967, aos 17 anos de idade, documentando, para a Folha de São Paulo, os movimentos estudantis e operários de protesto contra o governo militar.

 

 

Desde então trabalhou para as mais importantes redes de TV do país. Fotografou os Jogos Olímpicos no México em 1968, documentou aspectos da vida em Cuba, fez curso de cinema na Alemanha, produziu documentários, séries de TV, filmes de longa-metragem, discos, shows e exposições multimídia.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.