COMPARTILHAR

Caps IICaso Governo Federal aprove o projeto, município terá Centro de Atenção Psicossocial 24 horas

 

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Itaúna enviou para o Ministério da Saúde um projeto para mudar a classificação do Centro de Atenção Psicossocial – Caps de II para III. Com a mudança, o Centro de Atenção Psicossocial de Itaúna passará a funcionar 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. Além dos pacientes com transtornos ou sofrimento mental, o Caps III também atenderia pacientes em tratamento decorrente do uso de crack, álcool e outras drogas, do Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Outras Drogas (Caps AD), após o encerramento diário do serviço prestado na unidade e nos finais de semana.

 

 
O objetivo da mudança de Caps II para Caps III é evitar a internação dos pacientes do serviço de saúde mental em hospitais psiquiátricos, promovendo a desinstitucionalização dos mesmos, por meio de um atendimento mais humano. A mudança também é benéfica para os familiares, dando a eles a segurança de tratamento dentro do próprio município.

 
Pelo fato do prédio do Caps II ser do município e já ter sido realizadas melhorias no imóvel, atendendo todas as normas do Ministério da saúde, a expectativa é que o projeto seja aprovado. Porém, essa aprovação depende exclusivamente do Governo Federal.

 

 

O que são os Centros de Atenção Psicossocial?

 

 

Os Centros de Atenção Psicossocial – Caps, nas suas diferentes modalidades, são pontos de atenção estratégicos dos serviços de saúde, que realizam prioritariamente atendimento às pessoas com transtornos mentais graves e persistentes e às pessoas com sofrimento ou transtorno mental em geral, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar.

 

 
Nessa perspectiva, o CAPS é lugar de referência e de cuidado, promotor de vida, que tem a missão de garantir o exercício da cidadania e a inclusão social de usuários e de familiares. Os CAPS têm papel estratégico de promoção da vida comunitária e da autonomia dos usuários, quanto na ordenação do cuidado, trabalhando em conjunto com as Equipes de Saúde da Família e Agentes Comunitários de Saúde, articulando e ativando os recursos existentes em outras redes.

 

 

Fonte: Ministério da saúde

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.