COMPARTILHAR

Imagem 003

 

Algumas pessoas estão procurando o serviço com outro tipo de demanda e até em busca de atestado médico

 

 
O número de notificações de casos suspeitos de dengue em Itaúna não pára de crescer. Desde o início do ano já foram notificados 2.416 casos sendo 746 com exames positivos e 1.515 confirmados por diagnóstico clínico. Foram negativos os exames de apenas 155 notificações.

 

 

Apesar do número crescente de notificações, os atendimentos no SOS Dengue tiveram queda. Isto porque havia uma demanda reprimida na cidade quando o serviço foi inaugurado, há duas semanas.

 

 

“Chegamos a atender 170 pessoas em um dia, depois caiu para 140, na última sexta-feira tivemos 80 pessoas sendo atendidas e no sábado foi um pouco menos. A média continua alta, em torno de 100 atendimentos por dia, mas esperamos que este número reduza”, explica o Gerente de Vigilância em Saúde, Antônio Delgado.

 

 
Outros sintomas

Delgado informa que o serviço tem sido utilizado de forma errada por algumas pessoas, prejudicando o seu funcionamento: “Infelizmente muitas pessoas estão procurando o SOS Dengue para outro tipo de doenças, como garganta inflamada, sinusite, dentre outros sintomas que não estão relacionados com a Dengue”.

 

 

Quem apresentar outros sintomas que não os da Dengue deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS, antigo PSF) mais próxima de sua residência. Cada UBS tem, no mínimo, cinco fichas para atendimentos não programados. É importante deixar o SOS Dengue exclusivamente para atender a demanda para a qual foi criado.

 

 

Atestado médico

Outro problema que está sendo enfrentado pela equipe médica no SOS Dengue é a procura do serviço por pessoas que não estão com a doença, mas interessadas somente em conseguir um atestado médico para faltarem ao trabalho ou outros compromissos. “Se a pessoa chega e fala que está com os sintomas, mas não aparenta nada e não está com febre alta, nós estamos fazendo a ‘Prova do Laço’ que é feita com aparelho de pressão. Se a pessoa apresentar as petequias (manchas vermelhas na pele) é porque realmente está com dengue. Sem esta prova feita não será emitido atestado”, informa Delgado.

 

 
Fotos: Atendimento e portaria SOS Dengue em Itaúna – ASCOM/PMI

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.