COMPARTILHAR

DSC00746Grupo fundado em Itaúna há 50 anos gera empregos e renda para a cidade

 

 

Ao participar da inauguração da loja de número 10 do Supermercado Rena, na cidade de Oliveira, na manhã de quinta-feira, 07/04, o Prefeito de Itaúna, Osmando Pereira da Silva, desejou sucesso aos proprietários e destacou que ali estava para testemunhar a importância do grupo que está crescendo e gerando empregos. A rede Rena, iniciada em Itaúna há 50 anos, estendeu seu comércio àquela cidade, também do Centro-Oeste do estado, terra de vários políticos de destaque no país e, especialmente berço do sanitarista Osvaldo Cruz. A loja de mil metros quadrados de área fica na Avenida Maracanã, 1.450, bairro Rosário, bem próxima do centro da cidade.

 

 

O diretor-presidente do Rena, Alexandre Maromba, afirmou em seu pronunciamento que a organização estava completando um novo conceito de loja que é o de vizinhança. Com a contratação de 72 funcionários, todos moradores em Oliveira, ele enfatizou que está colocando à disposição da população daquela cidade não apenas 12 mil itens de consumo, mas comodidade e conveniência adquirida nos 50 anos de trabalho do grupo. “É o que fazemos com fé, credibilidade e alegria”, disse.

 

 

As novas instalações foram abençoadas pelo padre Rogério Vitor Azevedo, da paróquia de Nossa Senhora Aparecida, daquela cidade, e pelo pastor Sebastião Ramos, da Igreja Maranata de Divinópolis. Representando o prefeito de Oliveira, Salatiel Albino Lobato, compareceu o presidente da Câmara Municipal, Vinício dos Santos. Os vereadores de Itaúna Édio Gonçalves Pinto, Gil Máximo e Antônio José de Faria, também prestigiaram o evento. Renato Arnaldo da Silva, fundador do Rena junto com o irmão Benigno Nabor da Silva, agradeceu aos presentes em nome da família. O gerente da nova loja é o itaunense Sinval Campos Pereira.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.