COMPARTILHAR

unnamedOsmando fala sobre diversos temas, como Escola Aberta, Hospital Manoel Gonçalves, construção da quadra no São Bento, além de sua experiência no governo

 

 

No terceiro dia do Governo Itinerante no bairro Itaunense, o prefeito Osmando Perreira da Silva se encontrou com os alunos da Escola Estadual Zezé Lima, como vem fazendo em todas as edições, para discutir dúvidas referentes à administração do município e sua vida política. O encontro teve a participação de alunos do 9° ano do ensino médio, cuja faixa etária gira em torno dos 16 anos. No refeitório da escola, num ambiente descontraído, o prefeito respondeu perguntas elaboradas por eles.

 

 

O gestor começou o encontro de uma forma muito dinâmica, abrindo espaço para que todos questionassem. A primeira pergunta foi sobre o programa Escola Aberta. O prefeito disse que a administração optou pelo Programa de Escola Integral na maior parte da cidade, já que a Escola Aberta funciona somente aos finais de semana. Já a de Tempo Integral funciona todos os dias para o desenvolvimento de diversas atividades com os alunos, o que propicia o atendimento de mais pessoas. Para substituir o Escola Aberta foi criado, com menor custo e praticamente os mesmos benefícios o programa Nossa Escola, Nosso Espaço, também no Caic aos sábados.

 

 

Os alunos também questionaram sobre a decisão mais difícil que o prefeito tomou em sua vida política. Ele contou um pouco de sua carreira na cidade e disse que a decisão mais difícil foi a municipalização do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) no ano de 1990. A mais recente foi relacionada à taxa de lixo, assunto que gerou polêmica na cidade, mas se mostrou necessária já que a coleta é realizada seis vezes por semana na cidade. “Nem sempre o prefeito toma medidas que serão somente aplaudidas. Algumas vezes é preciso tomar medidas que não são tão populares, mas que se mostram fundamentais para o desenvolvimento da cidade”, explicou.

 

 

Surgiu também a cobrança referente à construção da quadra poliesportiva no bairro São Bento. Ele mostrou que a maioria das obras nos bairros próximos, principalmente as áreas de lazer, foram feitas em sua administração. E como não trabalha em cima de projeções, afirmou que já autorizou a contratar quatro pedreiros responsáveis pela obra, que vai ser iniciada em julho.

 

 

Um outro aluno quis saber se Osmando já havia se cansado da vida política e se este seria seu último mandato. O prefeito falou que ser governante da cidade é um orgulho muito grande, e que vai se empenhar ainda mais para proporcionar o bem-estar da população. “Vou me colocar à disposição mais uma vez da população, e caso consiga me eleger mais uma vez será um grande orgulho continuar a servir Itaúna”.

 

 

A última pergunta do bate-papo foi relacionada à Saúde e a participação da prefeitura no Hospital Manoel Gonçalves. Osmando ressaltou o investimento feito no setor pela sua administração, mas lembrou que o hospital não é de total responsabilidade do município. “O hospital é uma fundação e não é administrado pela prefeitura. De nossa responsabilidade é somente o plantão. Hoje, de cada R$ 1,00 que entra na prefeitura, R$ 0,50 são repassados para a Saúde. Ao todo, são investidos por volta de R$ 1,3 milhão de reais por mês na Saúde”, explicou. O gestor ainda declarou que um grande problema no hospital é a falta de leitos e que a implantação de outros é de responsabilidade da fundação.

 

 

Para finalizar, Osmando ressaltou que a segurança e a saúde são as áreas que merecem mais atenção. Neste mandato foram inauguradas seis Unidades Básicas de Saúde – UBS – e agora ele busca a implantação do Centro de Oncologia no Hospital Manoel Gonçalves. “Já a segurança carece de aplicações por parte do Governo Federal e Estadual, mas estamos sempre em busca de investimentos na área”, completou.

 

 

No final do encontro, o prefeito foi muito aplaudido pelos alunos da escola, e ainda ficou por um bom tempo conversando com alguns que quiseram prolongar o bate-papo.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.