COMPARTILHAR

mutirão da dengue - centro 2 (1)Após o recolhimento do entulho na Vila Tavares e Irmãos Auler, parte dos descartes desapareceram

 
O mutirão contra a dengue segue a todo vapor, mas na semana passada um fato inusitado chamou a atenção dos agentes responsáveis pela varredura de todos os bairros de Itaúna. Após o recolhimento do lixo nos bairros Vila Tavares e Irmãos Auler, parte do material acabou desaparecendo antes que o caminhão do SAAE o recolhesse. Fora a peculiaridade, o trabalho continua, e pelo caminho tem encontrando grandes quantidades de lixo propícios para a proliferação do mosquito transmissor da dengue.

 

 
Após os bairros onde parte do entulho desapareceu, o centro de Itaúna passou a ser o alvo da limpeza. E nele não foi diferente das demais regiões percorridas pelo mutirão. Durante os três dias (sexta, segunda e terça, dias 17, 20 e 21/06, respectivamente), os agentes da Vigilância Sanitária da Prefeitura Municipal, em parceria com o SAAE, recolheram grande quantidade de entulho. Como forma de chamar a atenção da população para o volume de lixo jogado nos lotes vagos e encontrado nas casas, a Prefeitura deixa o material recolhido exposto em um caminhão antes de fazer o descarte.

 
Depois do centro, o trabalho continuou nesta quarta-feira, pelos bairros Santo Antônio e Vila Mozart. Mais uma vez os cerca de 35 agentes, além dos três supervisores responsáveis pela varredura, encontraram um volume muito grande de verdadeiros “viveiros” para a procriação do mosquito responsável pela transmissão da dengue.

 
Nos próximos dias o mutirão continua, lembrando que a limpeza ainda não chegou nem na metade. Os trabalhos começaram no início do mês e a previsão de duração é de pelo menos 60 dias. Mais uma vez vale o alerta para que a população fique atenta para os possíveis criadouros do mosquito.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.