COMPARTILHAR

20120621165512upa1A Prefeitura de Itaúna não cumpriu os prazos estabelecidos na Portaria nº 342 do Ministério da Saúde e com isso a cidade de Itaúna ficará sem a Unidade de pronto Atendimento – UPA. Preocupado com o atraso do início das obras da implantação da UPA, Hudson Bernardes, cumprindo suas prerrogativas de vereador, recorreu ao Ministério da Saúde para buscar informações acerca da tramitação do processo. A resposta fornecida ao vereador por intermédio da nota técnica do Ministério da Saúde, nº 009/2015 foi a publicação de uma Portaria nº 24, de 07 de janeiro de 2015 cancelando a implantação da UPA – Porte I em Itaúna e de mais 23 municípios em todo o país. A UPA de Itaúna foi habilitada em 2010 pela Portaria nº 2.137 com a proposta de R$1.400.000,00 e já foi liberado um recurso de R$140.000,00. O Fundo Nacional de Saúde solicitou a devolução do recurso. Em 2014 a Prefeitura de Itaúna divulgou uma nota oficial afirmando que “Prefeitura de Itaúna vai construir UPA tipo II até 2015”. Esclarece nesta informação que “o Governo Osmando Pereira não só reverteu um processo de desistência de Construção da UPA, como conseguiu ampliar este serviço, conquistando para Itaúna a UPA II”.

 

Link Ministério da Saúde;

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2015/prt0024_07_01_2015.html

 

Assessoria de imprensa

Vereador Hudson Bernardes

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.