COMPARTILHAR

13663498_1234169313302734_1285361372_oUm homem de 42 anos foi apresentado nesta segunda-feira (1º) em Itaúna. De acordo com a Polícia Civil, ele era um dos mais procurados do Centro-Oeste de Minas Gerais, com mais de 20 registros de furtos em sítios e fazendas. O suspeito vivia em matagais e agia em comunidades rurais de Itaúna, Itatiaiuçu, Carmo do Cajuru e Mateus Leme.

 
Segundo o delegado Diego Almeida Lopes, ele invadia as propriedades rurais e defecava nos locais, cozinhava e até tomava banhos. “Ele também furtava diversos materiais, matava animais e queimava as casas”, disse o delegado.

 
A Polícia Civil procurava pelo homem há mais de um ano, no entanto, ele tinha facilidade em se esconder nos matagais. Em 2013 ele ficou preso por quatro meses por furto, foi liberado, mas continuou praticando atos ilícitos.
Desta vez a prisão só foi possível depois de uma longa negociação entre os delegados e o advogado do suspeito.

 

 

Preocupado com a própria segurança, ele se entregou neste fim de semana. “Ele temia pela sua própria segurança e sabia que se não fosse preso poderia acabar sendo alvo de algumas das vítimas que ele fez”, finalizou Wesley Castro.
A Polícia Civil informou que a pena para o crime varia de acordo com o número de registros, por causa disso, as vítimas que ainda não procuraram a delegacia devem realizar a denúncia.

 

 
O homem já foi encaminhado para o presídio de Itaúna.

 

 

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.