COMPARTILHAR

Neider e Fernando Franco ouvem jovens durante encontro na Casa 55 - Foto Daniel OliveiraEncontro na Casa 55 resgatou a importância da nova política e debateu temas como educação, ensino superior e profissionalizante, moradia e transportes

 

 

Os jovens têm vez e voz no Movimento Avança Itaúna. Nessa quarta-feira, 17 de agosto, mais de 60 estudantes, professores, lideranças sociais, profissionais de vários setores e cidadãos que acreditam na mudança foram ouvidos pelos candidatos a prefeito e vice-prefeito, Neider Moreira e Fernando Franco, na Casa 55.

 

 

O encontro ressaltou o caráter participativo da campanha. “É ouvindo a população, em suas mais diversas manifestações, que teremos condições de construir um governo com ampla participação da sociedade e que esteja atento a todas as transformações sociais, atendendo às mais diversas necessidades do município”, ressaltou o candidato Neider Moreira.

 

 

Neider também frisou que a juventude tem uma importância fundamental na construção de uma nova política. “Os jovens acompanham e fazem parte das transformações na sociedade, estão na vanguarda das mudanças e são eles os protagonistas deste novo momento político. Por isso, precisamos criar mecanismos mais modernos para sentir as carências desse público e dar vazão às demandas apresentadas por ele”, destacou.

 

 

Os candidatos ainda tiveram a oportunidade de explicar o que é a nova política, um dos pilares da gestão de Neider e Fernando Franco. “É urgente a necessidade de fazer com que Itaúna seja novamente ouvida pelos governos estadual e federal – a cidade vive o seu maior isolamento político da história, sem apoio do Estado e da União”, afirmou Neider. “Fazer com que Itaúna esteja novamente na rota do crescimento regional. Essa é a nova política”, completou Fernando Franco.

 

 

Neider resgatou seu passado político e reforçou as características indispensáveis para o próximo prefeito de Itaúna. “Fui secretário de Estado e isso me deu a oportunidade de conhecer a máquina administrativa. Um gestor tem que criar o entendimento com o mundo político do Estado, fazendo com que as demandas do município sejam apresentadas, atendidas e solucionadas. Caberá ao próximo prefeito reconstruir essa ponte que foi dinamitada nos últimos anos para recolocar Itaúna no eixo do desenvolvimento”, afirmou.

 

 

O encontro também serviu para que os candidatos apresentassem suas propostas de governo e respondessem às perguntas sobre o futuro de Itaúna.

 

 

Moradia

Jaqueline Alves, de 28 anos, moradora do bairro Novo Horizonte, questionou sobre os programas habitacionais. Neider disse que Itaúna não pode passar nenhum mandato sem avanços no setor de moradia. “A falta de políticas voltadas para a habitação faz com que a cidade enfrente um desafio social. Sem casa para todos o preço do aluguel aumenta de uma maneira desproporcional à renda e, no momento atual, com uma crise na economia, as pessoas ficam vulneráveis e enfrentam mais riscos”, avaliou.

 

 

Educação

O professor de matemática Cleminson Ribeiro está preocupado com o alto índice de evasão escolar. Educador na Escola Estadual Prof. Geralda Magela Leão de Melo, no bairro Aeroporto, ele diz presenciar uma situação dramática todos os dias, quando convive com o desinteresse dos alunos pela escola. Neider incentivou o professor dizendo que a Educação é o fator transformador da sociedade.

 

 

O candidato reforçou a necessidade de aproximar os conteúdos oferecidos pela Secretária Municipal de Educação (educação infantil e ensino fundamental até 5º ano) ao da Secretária de Estado de Educação (ensinos fundamental a partir do 6º ano e médio). “Temos uma educação de qualidade. Mas é necessário valorizar os profissionais que estão dentro da sala de aula e, tão importante quanto isso, é necessário incentivar o aluno a frequentar a escola e valorizar os conhecimentos dele. Se conseguirmos alinhar os conteúdos programáticos e ainda oferecer para os jovens estudantes oportunidades técnicas que lhes permitam chances de buscar o primeiro emprego, aí vamos dar um salto magnífico na área da educação”, analisou.

 

 

Ensino Superior

O candidato a vice-prefeito Fernando Franco falou para os estudantes do ensino médio que estão se preparando para entrar numa Universidade. Segundo ele, é possível Itaúna criar mais oportunidades para os jovens aderindo a programas que ofereçam preparação gratuita para o Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM. “No nosso governo os jovens terão mais condições de buscar o conhecimento. É por isso que vamos apoiar e implantar projetos eficientes de estímulos à educação superior e profissionalizante no Município”, frisou.

 

 

Cultura

O jovem Marco Túlio Marques Nogueira, de 23 anos, morador do bairro Vila Mozart, questionou sobre o carnaval e as festas populares de Itaúna. Neider pediu licença para dizer que é um amante do carnaval e do Reinado – as principais manifestações populares de Itaúna. Ele ressaltou que as festas ganham o título de populares porque são feitas pelo povo e para o povo. “O Poder Público tem que oferecer a estrutura necessária para a realização dessas festas. O verdadeiro protagonista não é o prefeito, é o carnavalesco, o diretor de bloco, o Rei e a Rainha do Congado, o folião, o brincante. São eles que dão o tom à festa”, defendeu Neider.

 

 

Infraestrutura

Pablo Menezes, representante comercial, nasceu em Patos de Minas, mas adotou Itaúna. Ele conta que quando mudou para a cidade assustou com a infraestrutura precária das ruas, a supervalorização do centro e o abandono dos bairros. “Pago para usar o transporte público em Itaúna quase o mesmo valor que desembolso para usufruir dos serviços em Patos de Minas e BH, mas aqui, além da cidade ser menor, muitas ruas não oferecem condições de tráfego”, lamentou.

 

 

Neider respondeu afirmando que é preciso mais rigor nas políticas de urbanização. “Os asfaltos feitos no município são realizados de maneira equivocada. São mais finos que o padrão e têm uma vida útil muito menor, o que faz com que surjam buracos nas vias. A má conservação das ruas é o preço que nós, cidadãos, pagamos hoje pelos erros cometidos no passado”. Sobre o transporte público urbano, Neider disse que está chegando ao fim a concessão pública de exploração dos serviços de transporte coletivo. “A concessão expira em outubro. Essa é a nossa oportunidade de transformar o transporte público numa ferramenta importante de integração municipal, racionalizar a logística das linhas que atendem ao município e criar um terminal de integração unindo toda a cidade ao preço de um bilhete”, resgatou.

 

 

O encontro também discutiu a infraestrutura das estradas rurais, onde Neider vai investir em melhorias, conservação e ampliação desses importantes equipamentos para o transporte e o escoamento da produção agrícola. Neider também criticou a venda da sede da Prefeitura, rejeitada pela maioria da população, e conversou com os jovens sobre a atual situação da saúde no município, uma questão para ser enfrentada com prioridade.

 

 

A reunião foi encerrada sob aplausos e apoios.

 

 

*FOTOS: Daniel Oliveira

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.