COMPARTILHAR

prisao_itaunaUm homem, de 36 anos, foi preso nesta quinta-feira (17) em Mateus Leme. Ele é suspeito do homicídio de Laisla Aline, que ocorreu no dia 10 de junho de 2009, em uma estrada de terra na região rural de Itaúna. O corpo da jovem foi encontrado no dia seguinte ao fato. A filha dela, de apenas 24 dias na época, foi encontrada no mesmo local, mas não foi alvo dos disparos. Ela apresentava diversas marcas de picadas de insetos pelo corpo e foi socorrida.

 

 
Conforme explicou o delegado Emerson Morais, responsável pela condução do inquérito policial , o suspeito executou Laisla após descobrir ser o pai biológico da filha da vítima. A polícia acredita que o homem pretendia ocultar o fato, visto que era casado. As informações foram divulgadas pela assessoria da Polícia CIvil.

 
Durante operação realizada nesta quinta-feira, policias do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriram o mandado de prisão preventiva contra o homem. Também foram encontradas, na casa dele, armas de fogo e munições.

 

O crime

 
Investigações apontam que Laisla foi levada pelo homem para uma estrada vicinal, localizada nas adjacências do condomínio Vale dos Ipês. A região é conhecida do suspeito, visto que fica próxima a um sítio da família dele. A vítima estava com a filha de apenas 24 dias nos braços, quando foi atingida por um disparo de arma de fogo no ouvido.

 
Após o crime, o suspeito ainda ajeitou o bebê sobre o corpo da mãe e fugiu. Durante declarações prestadas à polícia, o homem alegou não ter envolvimento no crime, pois participava de um curso em Contagem no dia dos fatos. No entanto, a instituição citada pelo suspeito nega o vínculo do rapaz com a escola.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.