COMPARTILHAR

besourroNão há nenhum caso registrado de proliferação na cidade; inseto não é venenoso

 

 

A invasão de besouros em cidades da região Centro-Oeste de Minas causou muitos comentários nas redes sociais durante o final de semana. Imagens de uma criança com o rosto queimado e o relato de uma mulher afirmando que a queimadura foi provocada por um besouro tem circulado no Facebook e no WhatsApp, deixando a população itaunense preocupada.

 

 

O besouro, conhecido como “Besouro Verde” ou “Barata Verde”, aparece somente em período de chuva. Nesta época é comum que muitos insetos fiquem rodeando as luzes dos postes nas ruas ou até mesmo dentro de casas.

 

 

Especialistas afirmam que o período chuvoso, combinado com o calor intenso, é propício para sua aparição, pois contribuem para alimentação e reprodução deles. Nos últimos anos estão aparecendo em maior quantidade, mas na nossa cidade não existe ainda casos de proliferação dos insetos.

 

 

De acordo com o Gerente de Vigilância em Saúde, Antônio Delgado de Oliveira, o inseto não inocula veneno, não pica e não apresenta risco à saúde das pessoas. “Esses insetos não são de relevância epidemiológica, pois não transmitem doença. Orientamos a população a fazer a contenção de gretas nas portas, colocar tela de proteção nas janelas e evitar contato com o inseto, pois ele expele um líquido quando pressionado, e esse líquido queima”, afirmou Antônio Delgado.

 

 

 

Combate

Os insetos costumam se esconder embaixo de tapetes, atrás dos móveis e até na roupa de cama. São milhares de espécies, mas, de acordo com especialistas, eles trazem mais incômodo do que perigo. Nesse grupo, estão as mariposas, os cupins, as joaninhas, os besouros e os gafanhotos. Para dificultar a entrada deles em casa, a dica é manter poucas luzes acesas, tampar as arestas de portas e locais que propiciam a entrada dos insetos e fechar as janelas no fim da tarde.

 

 

Em caso de contato com o líquido que é expelido pelo inseto e causa queimaduras, procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua residência.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.