COMPARTILHAR

Uma das obras mais esperada de Itaúna foi concluída e volta a trazer felicidade para a comunidade do alto do Rosário e todo município

 

 

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Itaúna, foi reaberta no último dia 18 de dezembro. A solenidade ocorreu às 18h e contou com a presença de diversas autoridades e pessoas responsáveis pela restauração da igreja centenária. Transbordando emoção, cada um demonstrou seu sentimento de satisfação na comemoração.

 

 

Estiveram presentes na celebração o presidente da Câmara Municipal, vereador Francis Saldanha, e a secretária de Educação e Cultura Virgínia Morais. “A Prefeitura de Itaúna, em parceria com a Secretaria de Educação e Cultura, foi uma das grandes impulsionadoras dessa obra de restauração. Orgulho-me em ver nossa parcela de colaboração, por ser um patrimônio histórico e cultural de muita importância para a cidade”, destacou Virgínia Morais.

 

 

Para representar a comunidade Católica, o Bispo Diocesano Dom José Carlos, da arquidiocese de Divinópolis, e o Padre Francisco Cota, da Igreja Nossa Senhora de Santana de Itaúna, destacaram a alegria e falaram sobre a importância da restauração. “Sendo de Itaúna, passei aqui muitas vezes com minha mãe e meu pai, com coroa na cabeça, pagando promessas e pedindo graças. Eu tenho uma alegria grandiosa de devolver essa casa restaurada à cidade, como casa de oração, como casa de Deus, e aqui do alto dessa colina, contemplar essa bela cidade que nasceu debaixo do sinal da fé”, afirmou Dom José Carlos.

 

 

Marcaram presença também o historiador e professor Luiz Mascarenhas, que contou sobre a história da Igreja, construída pelo povo escravizado nos primórdios da nossa comuna. O Rei Congo Dilhermano Vitor também compareceu e destacou a realização de um sonho que já era antigo. “Podemos agradecer a Deus mais uma vez, essa felicidade que nossa cidade está vivendo hoje, é um sonho realizado, uma maravilha. Podemos voltar a dar a contribuição para os alunos e a população que vem visitar para conhecer a história de Itaúna e dos congadeiros da nossa cidade,” contou.

 

 

Yara Tupynambá representou o instituto que leva seu nome e foi responsável pela restauração de toda a igreja. “Eu vivenciei essa história, participei de muitas festas religiosas do Alto do Rosário, lembro de minha mãe me xingando por eu chegar em casa com os pés sujos de poeira. Eu não perdia uma oportunidade de subir e viver essa ato religioso tão bonito. Para mim é mais que um sonho, é demonstrar todo sentimento e transferir de nossas mãos tudo que existe de uma história,” completou a artista, muito emocionada.

 

 

O início de um sonho
A obra foi iniciada em outubro de 2014, após o convênio firmado entre a Associação Sete Guardas (representando a paróquia), a Prefeitura e o Instituto Yara Tupynambá. Por meio do convênio, a Prefeitura de Itaúna fez o repasse de R$300 mil, divididos em parcelas de R$15 mil mensais para o Instituto Yara Tupynambá.

 

 
O valor disponibilizado não foi suficiente para cobrir os gastos, por isso, começou a corrida na busca por mais parcerias para a realização da obra. Diante disso foi preciso o empenho da Paróquia de Sant’Ana e a união de pessoas da comunidade, que fizeram doações por meio de empresas e de pessoas físicas.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.