COMPARTILHAR

Órgão é responsável por fiscalizar e realizar ações em defesa do patrimônio histórico e ecológico

 

 

Foi realizada na segunda-feira, 13 de março, a eleição do Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural, Artístico e Ecológico de Itaúna – Codempace. O pleito teve como objetivo a escolha de representante da sociedade civil organizada para composição da diretoria do órgão e 118 pessoas participaram.

 
Dos eleitores que compareceram, 84 votaram em Maria de Fátima Quadros e elegeram a candidata indicada pela Associação de Artesanato do Centro Social Urbano – Yara Tupinambá. Outros 30 escolheram Maria Izabel Silva, a Bel de Abreu, da Associação Cultural e Assistencial Projeto Usina de Sonhos, que fica como suplente. Quatro cédulas foram depositadas na urna em branco.

 
O mandato dos conselheiros termina em 2020, junto ao da atual administração municipal. Os integrantes do Codempace são voluntários e exercem o importante papel de ajudar na proteção do patrimônio da cidade.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.