COMPARTILHAR

Os vereadores aprovaram por unanimidade projeto que institui a Semana de Combate à Violência Contra a Mulher. De autoria da vereadora Otacília Barbosa (PV), em parceria com Antônio de Miranda (PHS) e Gláucia Santiago (PSB) o projeto prevê ações de conscientização e campanhas educativas com intuito de minimizar agressões, físicas, verbais e sexuais contra as mulheres. “Todo mês de março temos ações que buscam ressaltar a importância da mulher na sociedade. Nosso objetivo é não deixar estes eventos caírem no esquecimento. Uma semana de conscientização é importante para diminuir a violência contra a mulher” ressaltou a parlamentar.

 
Joel Arruda (PSD) comentou que a violência pode se manifestar de várias formas, em diferentes graus; geralmente com episódios repetitivos e que na maioria fica encobertos pelo silêncio. “Na maioria das vezes a violência acontece dentro da própria casa. O Brasil é o 5º país em ocorrência de violência contra a mulher”.

 
Arruda apresentou ainda dados do Instituto DataFolha. De acordo com o pesquisa realizada pelo órgão, uma em cada três mulheres já sofreu algum tipo de agressão. 52% se calaram e não denunciaram seus agressores. “São 503 mulheres agredidas por hora, 61% dos agressores são conhecidos das vítimas, mas apenas 11% procuram a delegacia para registrar ocorrência. Este projeto busca conscientizar e tentar reverter estes números”.

 
A pesquisa Datafolha foi encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgada em março deste ano.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.