COMPARTILHAR

Iniciativa inédita na cidade começa com pesquisa sobre demanda pelos atendimentos na rede pública

 
Servidores de todos os órgãos que fazem parte da rede de Assistência Social do Município participaram na tarde desta terça-feira, 16 de maio, de encontro realizado para colocar em debate a proposta de implantação do Serviço de Informação, Monitoramento e Avaliação Socioassistencial de Itaúna. A iniciativa, inédita, visa a realização, em médio prazo, do diagnóstico sobre o trabalho desenvolvido na cidade, com foco na apuração de todos os dados referentes ao número de usuários, equipamentos públicos e privados disponíveis, além da quantidade e qualidade dos atendimentos realizados.

 

 

A explanação foi feita pelo assistente social Flávio Teixeira de Souza, funcionário concursado da Prefeitura, lotado hoje no Centro de Referência Especializada em Assistência Social – CREAS, mestre em Desenvolvimento Social pela Universidade Estadual de Minas Gerais – UEMG. Ele explicou os passos para a execução do projeto e destacou a importância da ferramenta que o Município ganhará a partir da conclusão do trabalho, com indicadores que poderão ser utilizados na implementação de ações para melhorias nos serviços e garantia de mais condições para enfrentamento aos principais problemas da cidade.

 

 

Na prática, o Serviço de Informação, Monitoramento e Avaliação Socioassistencial será um instrumento para que a Secretaria de Assistência Social fortaleça todo o sistema em funcionamento hoje em Itaúna. “É um trabalho abrangente, que poderá proporcionar muitas mudanças, reforçando as estratégias em rede, com o conhecimento pleno não só das instituições públicas, mas também as mantidas pela iniciativa privada. Serão ações de mapeamento, planejamento, enfim, de gestão e resultados”, salientou o assistente social.

 

 

Flávio Teixeira de Souza esclareceu ainda que o projeto terá quatro etapas: capacitação e planejamento, coleta dos dados, análise e apresentação do relatório. A estimativa é de término até o primeiro semestre de 2018. Está prevista ainda a elaboração de uma cartilha com apresentação de todas as entidades assistenciais e órgãos da Prefeitura. Esses dados também serão informatizados para garantia do amplo conhecimento sobre as informações necessárias para o encaminhamento dos usuários de acordo com os serviços dos quais necessitam. “Será algo bastante dinâmico e estamos muito empolgados com a ferramenta que poderemos ter nas mãos em alguns meses”, frisou.

 

 

O secretário de Assistência Social, Élvio Marques, afirmou que o projeto é estratégico. “Estamos discutindo a questão no momento certo. A partir desse levantamento, com os dados consolidados, teremos como revisar e ampliar serviços e atendimentos, além, é claro, de nos aproximarmos cada vez mais das instituições, que também conheceremos melhor, com números que apresentarão a quantidade de serviços e de atendimentos, por exemplo. E com indicadores, conseguiremos mais convênios com o governo do Estado e a União, o que significa mais recursos para as ações”, comentou.

 

 
Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.