COMPARTILHAR

Connected Smart Cities avalia o urbanismo como o melhor entre os municípios de até 100 mil habitantes

 

Dados oficiais divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE e o Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento – SNIS, do Ministério das Cidades, renderam a Itaúna o 1º lugar do ranking Connected Smart Cities 2017 em Urbanismo, categoria até 100 mil habitantes. A premiação inédita reconhece a gestão inteligente e conectada do Município, destacando o potencial de desenvolvimento de Itaúna, em comparação com as maiores cidades do país.

 

 

A pesquisa é realizada desde 2015. Este ano, Itaúna foi reconhecida pela primeira vez através do estudo minucioso elaborado pela Urban Systems, que mapeou mais de 700 cidades e classificou as 100 mais desenvolvidas em um ranking geral, além de duas subdivisões: a primeira por faixa populacional – até 100 mil habitantes, de 100 mil a 500 mil e acima de 500 mil habitantes – e, a segunda subdivisão, por segmento, que apontou as cinco melhores nos quesitos mobilidade, urbanismo, economia, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, saúde, segurança, educação, governança e empreendedorismo.

 

 

O prefeito Neider Moreira recebeu o prêmio em São Paulo ao lado de outros chefes do Executivo. O Município foi um dos 16, entre os 100 contemplados, que tiveram a oportunidade de apresentar os índices que elevam Itaúna a uma condição de destaque nacional com 100% dos domicílios urbanos com pavimentação no entorno e 100% de atendimento de abastecimentos de água; 100% de atendimento urbano de esgoto; e 100% de cobertura dos serviços de coleta de resíduos sólidos nos domicílios urbanos.

 

 

O ranking também reconheceu os esforços da atual gestão no processo de revisão do Plano Diretor, que tem previsão de aprovação ainda este ano. Elaborado pela atual administração, o documento que estabelece as diretrizes para o crescimento ordenado da cidade e está sendo construído com ampla participação popular. Até o momento foram realizadas 35 oficinas com a sociedade civil; debates envolvendo também os poderes Legislativo e Judiciário e entidades de classe, como o Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU, e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA, além da previsão de audiência pública.

 

 

“O reconhecimento de Itaúna passa pela importância das ações implementadas em busca de melhorias da qualidade de vida. Os vários indicadores, juntos, comprovam que o Governo Municipal está no rumo certo e é necessário investir cada vez mais em políticas públicas para garantir o desenvolvimento e o crescimento organizado da cidade”, afirmou Neider Moreira.

 

 

De acordo com o prefeito, o resultado é um incentivo para que a atual administração caminhe em direção ao cumprimento das metas estabelecidas para esta gestão. “A conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, é a condição para que o Município alcance a excelência em saneamento básico e consolide Itaúna como uma referência nacional. A obra, avaliada em R$ 18 milhões, foi priorizada pelo Governo e tem previsão de inauguração no primeiro semestre de 2018. Com isso, além de captar 100% do esgoto dos domicílios urbanos, a cidade terá condições de tratar os resíduos e devolver a água despoluída ao meio ambiente”, completou.

 

 

Infraestrutura urbana

 

 

O pioneirismo de Itaúna na gestão dos resíduos sólidos tem garantido à cidade lugar de destaque. O modelo de coleta incentivado pela Prefeitura de Itaúna possibilita à Cooperativa de Reciclagem e Trabalho – Coopert, reaproveitar, em média, 23% do total de materiais recolhidos na cidade, proporcionando, ainda, emprego e renda para mais de 70 famílias envolvidas no processo de triagem.

 

 

A valorização dos catadores é uma prioridade da administração. O contrato de prestação de serviços de coleta e transporte de resíduos recicláveis e reaproveitáveis, assinado em abril, entre o Município e a Coopert, estabelece medidas para a segurança dos envolvidos no processo de manejo dos resíduos e reajusta de 15% em relação ao ano de 2016, aumentando os repasses mensais de R$ 136,7 mil para R$ 157,2 mil.

 

 

O Município possui ainda capacidade de abastecimento de água para atender até 50% a mais do número atual de habitantes, que hoje é de 93 mil pessoas. “A visibilidade das ações governamentais valoriza a atuação dos servidores envolvidos em todos os processos, contribui para que a cidade avance rumo ao progresso e eleva a autoestima dos itaunenses que, assim como eu, sentem cada vez mais orgulho em viver numa cidade modelo em boas práticas administrativas”, finalizou o prefeito.

 

 

Classificação geral

 

Entre as 100 cidades mais inteligentes do Brasil, segundo o ranking Connected Smart Cities, Itaúna ficou na 85ª posição na classificação geral, à frente, inclusive, de capitais estaduais como Belém (PA) e Aracaju (SE), além de ter obtido pontuação superior a polos regionais, como Sete Lagoas (MG), Anápolis (GO), Campina Grande (PB) e Diadema (SP).

 

 

Na relação dos municípios mineiros, Itaúna foi avaliada como a 9ª cidade com maior potencial de desenvolvimento do estado, ao lado de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba, Patos de Minas, Contagem, Viçosa e Ouro Preto.

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR

Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

2 COMENTÁRIOS

  1. saúde como pode. Meu filho espera há 13 meses por cirurgia no joelho.
    Toda vez q pergunto dizem q é culpa de Belo horizonte. Num vou nem falar mais nada

  2. Parabéns ao sr. Ex prefeito Osmando Pereira, ser a pessoa foi realizada em 2015, o mérito eh tudo da gestão dele e de todos os outros. Que a gestão do sr. Neider tbm se destaque ao fim de sei mandato.

Comments are closed.