COMPARTILHAR

Evento beneficente tem arrecadação recorde de R$ 42 mil, que serão igualmente divididos entre as instituições de educação infantil

 

A interação entre as creches municipais e conveniadas, a valorização do trabalho dos profissionais da Educação Infantil e a participação das famílias nas ações do Governo de Itaúna foram os destaques no evento que marcou a retomada do Arraial das Creches. O novo formato da festa julina, promovida pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, foi aprovado pela população e está consolidado no calendário oficial do Município.

 

 

Este ano, durante os dois dias de festa, sexta-feira e sábado, 07 e 08 de julho, milhares de pessoas passaram pela área externa do Espaço Cultural. O envolvimento da população com as creches e a participação efetiva dos pais dos alunos mostram que incentivo a este tipo de evento é importante para consolidar as ações de apoio às instituições.

 

 

“A Prefeitura teve a preocupação em divulgar o trabalho fantástico que é realizado pelas oito creches municipais e conveniadas. Nossa proposta é de valorizar os profissionais, promover o intercâmbio entre os alunos e os núcleos de Educação Infantil, fortalecendo os vínculos entre as famílias e consolidando a visão do Governo de Itaúna sobre a importância de valorizar as parcerias, unindo forças em prol do bem comum”, comentou a secretária de Educação e Cultura, Alessandra Santos Nogueira Araújo.

 

Festa julina para ajudar as entidades

 

O Arraial das Creches teve caráter beneficente e todos os recursos angariados com a venda das barraquinhas foram divididos igualmente e revertidos em favor das instituições de ensino.

 

 

Este ano, foram arrecadados R$ 41.832,00, valor recorde e que será importante para o fortalecimento das creches. Cada um dos oito centros de educação infantil receberá R$ 5.229,00. “Esse dinheiro é providencial para a manutenção das atividades. É um montante que superou nossas expectativas”, avaliou a diretora da CMEI Lúcia Lima de Carvalho, Marilene Alves Franco Costa.

 

 

A união das creches também garantiu igualdade. Com a retomada do Arraial os núcleos tiveram oportunidades iguais. “O trabalho em conjunto favoreceu a todos. Não conseguíramos, sozinhos, realizar um evento dessa grandeza, dando a visibilidade que nossos alunos merecem e ainda ter um retorno financeiro tão necessário como este”, analisou a pedagoga Celina Gonçalves Campos Oliveira, do Núcleo de Educação Infantil Santo Agostinho. Segundo ela, os recursos são essenciais para ampliação das atividades pedagógicas e o montante arrecadado em 2017, superou o do ano passado, quando as creches faziam os eventos em separado. “É um resultado positivo. Sem o apoio da Prefeitura de Itaúna não conseguiríamos apurar a metade desse valor”, completou.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.