COMPARTILHAR

Final foi aberta com amistoso entre Padaria do Zé Caetano e Milan, de Santanense

 

 

A grande final da Copa Itaúna de Futsal não foi para a prorrogação, nem para os pênaltis. Bastaram os 40 minutos regulamentares para que o grande campeão fosse conhecido. Mas, engana-se quem pensa que foi fácil.

 

 

Em uma das partidas mais equilibradas da competição, a bola teve dificuldades para encontrar o gol. Foram vários chutes, porém apenas três encontraram a rede. O Peixe Frito, equipe itaunense, se deu melhor. Marcou dois e impediu a reação dos adversários de Pará de Minas, o A.E. Vilense, que mexeu no marcador uma vez. A diferença, de 2X1, foi suficiente para que o time local levantasse o troféu.

 

 

O belo espetáculo em quadra foi assistido também nas arquibancadas. Com a torcida incentivando as equipes, não sobrou espaço para outro clima, senão o amistoso. “Foi, talvez, uma das edições mais seguras, saudáveis e bonita da Copa Itaúna de Futsal. A torcida se envolveu com os jogos, vibrou e contribuiu para o espetáculo. A Polícia Militar, presente na maioria dos jogos, colaborou para que nenhuma ocorrência fosse registrada”, analisou Jesse James, um dos organizadores do evento.

 

 

Este ano também, pela primeira vez, árbitros licenciados pela Federação Mineira de Futsal apitaram os jogos das fases finais. “É uma preocupação da Secretaria Municipal de Esportes com a Copa, que a cada ano fica mais profissional. Recebemos nos grupos de conversa on-line, que congrega todas as equipes, várias mensagens de agradecimento pelo trabalho realizado pela Prefeitura de Itaúna. Encerramos a competição com a sensação de dever cumprido”, finalizou.

 

Copa Itaúna de Futsal

 

 

A Copa Itaúna de Futsal foi criada há cerca de 40 anos e, somente a partir de meados dos anos 2000 passou a ser organizada pela Prefeitura de Itaúna. De volta ao calendário esportivo municipal desde 2016, depois de um hiato de nove anos, o torneio recebeu na segunda edição, em 2017, 12 equipes inscritas, de Itaúna e diferentes cidades da região, promovendo a integração de mais de 150 atletas.

 

 

Sucesso de volta às quadras

Para celebrar as antigas competições, dois dos maiores vencedores da Copa Itaúna de Futsal voltaram às quadras, aceitando o convite da Secretaria Municipal de Esportes. Milan de Santanense e Padaria do Zé Caetano que, juntos, detêm mais de 12 títulos da competição, fizeram um amistoso antes da grande final.

Em jogo apenas os veteranos. Pivôs, fixos, alas e goleiros que já deram muita alegria para as torcidas vestiram a camisa de suas equipes e brincaram.

Só que a brincadeira, dentro de quadra, foi levada a sério. Com ataques dos dois lados, o jogo começou equilibrado no placar, 1X1; depois 2X2; até que os jogadores da Padaria juntaram habilidade com precisão e acertaram a rede mais vezes. Final da partida 7X3 para os amigos do “Zé Caetano”, que entraram em quadra distribuindo biscoitos e chamando a torcida para o jogo.

“Foi um momento histórico. Uma oportunidade de rever jogos que fizeram parte da infância de muitos de nós que estamos hoje na torcida, partidas que incentivaram outros talentos e elevaram o nome de Itaúna no cenário esportivo”, afirmou o secretário municipal de Esportes, Gustavo Dornas Barbosa. “O esporte é interação e integração e estamos promovendo esse contato, enaltecendo grandes nomes e atletas”, finalizou.

O jogo foi acompanhado pelos vereadores Alex Artur da Silva, o Lequinho, e Antônio José de Faria Júnior, Tonho da Lua, que participaram do momento de premiação das equipes, na última sexta-feira, 28 de julho, no Poliesportivo Alexandre Corradi.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.