COMPARTILHAR

Na programação, mostra sobre Reinado de Nossa Senhora do Rosário fica aberta ao público até 31 de agosto

 

 

A Festa de Nossa Senhora do Rosário é uma das festas mais populares e tradicionais de Itaúna. E, devido à importância que tem na cidade, o Reinado está na programação do Município para a 6ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais. Uma exposição, montada no Espaço Cultural Adelino Pereira Quadros, conta a história da festa, por meio de fotografias, vestimentas e estandartes, e fica aberta ao público até o dia 31 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 08h às 17 horas.

 

De acordo com o professor Geraldo Fonte Boa, responsável pelo programa de educação patrimonial do Departamento de Cultura, a mostra foi inscrita no Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – Iepha, entre as iniciativas cadastradas para a classificação do ICMS Cultural do exercício de 2017.

 

“Além de integrar a nossa proposta de preservar a memória de Itaúna e aproximar a população de nossa história, a ação vale pontos na classificação do Estado para distribuição de parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços entre as prefeituras para a manutenção de políticas públicas voltadas ao setor”, explicou Fonte Boa, ressaltando que com o término da Festa de Nossa Senhora do Rosário, serão acrescentados à exposição itens que estão em uso pelas guardas no momento.
O Espaço Cultural Adelino Pereira Quadros fica na rua Antônio Corradi, 55, Centro. Diretores de escolas e professores podem agendar visitas de turmas de alunos à mostra sobre o Reinado. Mais informações pelo telefone 3243.6395 ou 3243.6425.

 

Tipos populares

 

Como parte da 6ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, será realizada também a exposição “Tipos Populares de Itaúna”, no dia 19 de agosto, na Praça Doutor Augusto Gonçalves, Centro, das 08h às 12 horas. Fotografias de 125 personagens do folclore da cidade, que integram o acervo do Museu Municipal Francisco Manoel Franco, estarão disponíveis ao público.
“São figuras muito conhecidas, como Doneta, Margarida, Pedro Sapo, Cem Anos, Maria do Pó e Maria Poeira, por exemplo. Um pouco da vida de cada uma dessas pessoas será contada aos visitantes por meio de depoimentos que estamos coletando junto aos que conheceram e conviveram com elas”, comenta Geraldo Fonte Boa.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.