COMPARTILHAR

Programa implantado pela Prefeitura em acordo com concessionária vai beneficiar mais de 15 mil alunos da rede pública e privada

 

 

Começou a vigorar o decreto que instituiu o meio-passe, no transporte coletivo, para os alunos do ensino fundamental e médio, regular ou suplência, matriculados nas escolas municipais, estaduais e particulares; além de cursos técnicos e universitários. A medida, viabilizada por meio de acordo firmado entre a Prefeitura de Itaúna e a concessionária do serviço, garante desconto de 50% no preço da passagem para os estudantes que utilizam as linhas para ida e volta às aulas. A empresa tinha prazo de um mês, a partir da assinatura do documento, em 20 de setembro, para implantação do sistema, e iniciou, nesta segunda-feira, 16, a emissão dos cartões que darão direito ao benefício.
Os interessados em fazer o cadastro precisam agendar atendimento pelo telefone 3242.9186. Em seguida, basta comparecer ao ponto de vendas, situado na rua Cunha Quitão, 727, na Chácara de Quitão, munido de cópia do documento de identificação, declaração de matrícula expedida pela instituição de ensino no máximo há 60 dias, comprovante de residência e foto 3X4. Os menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsável legal. Os usuários poderão adquirir o equivalente a 88 bilhetes por mês. Mais informações em www.autotransnet.com.br.

 

 

União de esforços para garantir oportunidades
O meio-passe contempla mais de 15 mil estudantes, com impactos diretos na vida de aproximadamente 45 mil pessoas, quase a metade da população de Itaúna. A criação do benefício é resultado da união de esforços entre os diversos setores da Prefeitura e a empresa responsável pelo transporte coletivo, que iniciaram em janeiro os estudos para a implantação do programa.
“Estamos trabalhando nessa questão desde o começo do ano e nesse sentido, faço uma manifestação especial aos funcionários do departamento de Trânsito e à Secretaria de Educação; à concessionária, que entendeu a necessidade e importância dessa iniciativa. É um projeto de inclusão. E é a partir daí, da criação de oportunidades, que construiremos uma sociedade mais justa e igualitária”, afirmou o prefeito Neider Moreira, ao assinar o decreto, em 20 de setembro.

 

 

Medida pioneira na região Centro-Oeste
Com a criação da meia passagem para os estudantes, Itaúna passa a integrar um seleto grupo de municípios que oferece o benefício. Hoje, o desconto de 50% da passagem, nos mesmos moldes do que será concedido na cidade, é realidade em poucas localidades. São eles: Belo Horizonte, Montes Claros, Patos de Minas, Uberaba, Juiz de Fora e Itabira. Em Varginha, onde a mesma concessionária explora as linhas de ônibus, apenas os alunos das escolas municipais, estaduais e do Centro Federal de Educação Tecnológica – Cefet – têm direito.

 

 

Em Contagem, a medida foi adotada este ano, porém não privilegia os estudantes da rede particular. Além disso, o beneficiário precisa residir a pelo menos dois quilômetros da instituição de ensino. Betim aprovou a lei do meio passe em 2013, no entanto, limita a utilização a duas viagens por dia. No Vale do Aço, Governador Valadares instituiu o desconto de 30% no valor da passagem. E na região Centro-Oeste, Divinópolis, com mais que o dobro da população local, apresentou projeto na Câmara para criação do benefício em 2017, mas ainda não houve avanços.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR

Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.