COMPARTILHAR

Com o intuito de alertar a população sobre atrasos nas obras na duplicação na MG-050, na região, a Associação Comercial de Divinópolis (ACID) insta­lou, no dia 13 de novembro, em alguns pontos da cida­de e na rodovia que corta Divinópolis, outdoors com os seguintes dizeres: “Infor­mações sobre a duplicação da MG-050 – 92,57% de atraso em obras; Prejuízo para a população de mais de R$ 113 milhões. Não achamos justo – Acid”. A Associação cobrou ainda da concessionária uma posi­ção sobre a paralisação das obras em alguns trechos necessários da rodovia e que estavam previstos no 7° Termo Aditivo da Parceria Público-Privada.

 

 

Após a colocação dos outdoors, a concessio­nária enviou um ofício à Acid pedindo a retirada do material e ameaçando a associação. No documen­to enviado ao presidente da Acid, Leonardo Santos Gabriel, a Nascentes das Gerais alegou que as in­formações divulgadas nos outdoors são inverídicas, de responsabilidade civil, gerando um grande dano na imagem da empresa. Ainda de acordo com o ofício, a AB Concessionária tomou conhecimento dos outdoors no último dia 16 de novembro e que, depois de uma análise, foi consta­tado um grande equívoco. A Concessionária solicitou também uma retratação da Acid, sob pena de a enti­dade responder por danos imprevisíveis.

 

 

Conforme o ofício, dois outdoors foram instalados na Avenida Autorama, três na Avenida JK, um na Rua Pains, um na região dos shoppings, um na MG-050 ao lado da AABB. No docu­mento enviado ao presi­dente da Acid, a Nascentes das Gerais argumentou que houve deturpação das informações. De acordo com Leonardo Gabriel, o contrato de veiculação dos outdoors foi realizado por 14 dias, encerrando o prazo no último domingo (26). Leonardo enfatiza que um dos papéis da entidade é buscar melhorias para a cidade e a região, e que continuará acompanhando e cobrando para que a con­cessionária Nascentes das Gerais siga o cronograma de obras na rodovia.

 

NASCENTES

Em nota, a empresa voltou a dizer que as infor­mações publicadas pela Acid, por meio de outdoors, sobre a MG-050 não foram adequadamente entendi­das. “Considerando que, segundo a entidade, os dados divulgados foram baseados em nota técnica da Setop”, alega. A Con­cessionária disse ainda que os apontamentos pre­sentes na nota técnica SIT nº022/2017, divulgada pela Setop, informou que os pontos já foram totalmente esclarecidos, concluindo que o 7º Termo Aditivo, pactuado em maio de 2017, entre a AB Nascentes das Gerais e a Setop, eliminou todos os pontos contro-versos. “Diante do exposto e com o objetivo de evitar mal entendidos, a conces­sionária solicitou à Acid a retirada dos outdoors, o que foi prontamente atendido pela entidade”, afirma.

COMPARTILHAR

Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here