COMPARTILHAR

Unidade inaugurada pela Prefeitura reforça programa de apoio ao produtor rural e é o passo inicial para instalação de agência regional do Incra

 

Facilitar a vida do homem do campo, com a ampliação de serviços, contribuindo para o aumento da produção de alimentos e consequentemente, a geração de emprego e renda. O trabalho já intensificado pela Prefeitura de Itaúna, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, em 2017, com foco nesses objetivos, ganhou reforço com a inauguração da Sala da Cidadania, na tarde de quinta-feira, 18 de janeiro. A unidade funciona no Terminal Rodoviário, com recepção de Declaração para Cadastro de Imóvel Rural – DP; Certificado de Cadastro de Imóvel – CCIR; documentação para benefícios do INSS; informações diversas sobre os trâmites burocráticos para a regulamentação de atividades; entre outros serviços que, antes, eram oferecidos somente na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra, em Belo Horizonte.

 

 

“É a realização de um sonho antigo. A partir de agora ninguém terá que ir para a capital retirar e encaminhar documentos. Ficará muito mais fácil para todos os produtores rurais. Um grande incentivo, que trará benefícios não só para eles, como também para o desenvolvimento da economia da cidade”, comemorou a coordenadora do espaço, Ana Dalva.

 

 

A Sala da Cidadania é parte integrante do Programa de Atendimento ao Cidadão – PACi, que tem como atribuição ampliar a assistência aos usuários do sistema, centralizando e agilizando o fornecimento de informações e serviços. A proposta do Município, já encaminhada aos órgãos responsáveis, é transformar a unidade em uma agência regional do Incra.

 

 

“Esse projeto vem engrandecer o trabalho prestado ao homem do campo em Itaúna, onde a Prefeitura já executa um programa extremamente importante e com resultados positivos, com a distribuição de calcário e sementes, cessão de máquinas para os cuidados com o solo. E esse espaço, com tudo o que oferecerá, trará mais avanços. Temos que agradecer e parabenizar o prefeito Neider Moreira e toda a equipe envolvida pelo empenho em relação à causa”, enfatizou o vereador Silvano Gomes Pinheiro, que acompanhou todo o processo para a concretização dessa iniciativa.

 

 

“O ponto principal é a comodidade. A Sala da Cidadania vai concentrar, em um único lugar, as atividades que são realizadas no Incra, em BH, favorecendo a população, que não precisará mais se deslocar para resolver a maioria dos problemas. Um passo muito importante que a Prefeitura de Itaúna está dando”, completou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Diógenes Vilela.

 

 

Em busca da máxima eficiência em atender ao público, tirando as dúvidas e aplicando soluções às demandas apontadas, a Sala da Cidadania tem um sistema de gestão de qualidade, por meio do qual controla e avalia o atendimento. “Os serviços prestados neste setor serão periodicamente submetidos à avaliação do público externo, por meio de pesquisa de opinião que permite identificar e corrigir possíveis distorções”, explicou Diógenes Vilela.

 

 

O prefeito Neider Moreira salientou que as ações em prol dos produtores rurais são extremamente importantes e estão sempre na pauta da administração municipal. “O entorno da rodoviária está tendo a atenção que merece. O terminal estava abandonado. O Município tem salas, que podem ser usadas de maneira adequada, para dinamizar o funcionamento do local e facilitar a vida das pessoas. As linhas de ônibus que atendem à zona rural foram transferidas para cá, agora a Prefeitura instala a Sala da Cidadania, que vai desenvolver um trabalho essencial para o homem do campo, sendo o passo inicial para Itaúna ter uma agência regional do Incra”, afirmou o chefe do Executivo.

 

 

A Sala da Cidadania funciona de segunda a sexta-feira, das 08h às 11 horas e das 13h às 16 horas. O telefone é 3242.1512.

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.