COMPARTILHAR

Na última sexta-feira, 19 de janeiro, o prefeito Neider Moreira se reuniu com a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos de Itaúna – Sindserv, para definição da recomposição salarial do funcionalismo neste ano. Durante o encontro, ficou acordado o aumento de 3%, para os funcionários efetivos e inativos, da administração direta e indireta, o que inclui o Instituto Municipal de Previdência – IMP, e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – Saae. Conforme o acordo, não será reajustada a remuneração dos ocupantes de cargos comissionados, de livre nomeação; do prefeito Neider Moreira e do vice, Fernando Franco; nem dos secretários e diretores de autarquias; além dos estagiários.

O percentual de reajuste em 2018 foi calculado com base no Índice de Preço ao Consumidor Amplo – IPCA, indicador oficial para correção da inflação, acumulado entre janeiro e dezembro do ano passado. Em 12 meses, a variação foi de 2,95%.

A proposta foi encaminhada para a Câmara de Vereadores. O projeto de lei, de autoria do Executivo, será votado em reunião extraordinária convocada para a tarde desta quinta-feira, 25, a partir das 14 horas, pelo presidente da Casa, Márcio Gonçalves “Hakuna”. Na justificativa, o prefeito ressalta que o índice proposto, que será calculado sobre os vencimentos devidos no mês de dezembro de 2017, com aplicação a partir de 1º de janeiro, está em consonância com os indicadores econômicos, conforme previsto na Lei Orgânica de Itaúna.

O texto enviado ao Legislativo explica ainda a decisão de não conceder reajuste aos detentores de cargos eletivos, agentes políticos e servidores lotados nas funções “de confiança”. A definição foi embasada nos reflexos da crise econômica, que ainda afetam todo o país, gerando dificuldades para que os municípios mantenham em dia as obrigações.

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.