COMPARTILHAR

ESF e Posto Central ficarão abertos dia 06 de fevereiro até 20 horas, para aplicação da dose, distribuída gratuitamente em toda a rede pública

 

A Prefeitura de Itaúna tem investido na ampliação da cobertura vacinal como forma de proteger a população da Febre Amarela. E, com essa proposta, mais uma ação será realizada na próxima terça-feira, 06 de fevereiro, quando todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família – ESF, além do Posto Central, ficarão abertos das 16h às 20 horas, para aplicação do imunobiológico, que é distribuído gratuitamente na rede pública. A iniciativa visa principalmente atender os trabalhadores que não têm como comparecer aos locais de imunização no horário comercial.

 

 

De acordo com a referência técnica do Setor de Epidemiologia, Idamyana de Oliveira Ferreira, é importante apresentar a caderneta de vacinação, além do cartão do SUS ou documento de identificação, que pode ser o Registro Geral ou CPF. “Dessa maneira é possível identificar quem já foi imunizado e registrar no sistema os que estão recebendo nesta campanha a dose, que é única, previne para a vida inteira e, aplicada mais de uma vez ou em curto período de tempo, pode gerar prejuízos para a saúde do organismo em relação à autodefesa contra a doença”, comenta a enfermeira. Idamyana adianta ainda que médicos ficarão disponíveis durante o mutirão, para avaliar situações de gestantes, mulheres em fase de amamentação e pessoas com idade acima de 60 anos.

 

 

A vacina contra a febre amarela é disponibilizada também de segunda a sexta-feira, nas 22 unidades de Estratégia de Saúde da Família – ESF, da cidade. Na zona rural, as estratégias foram reforçadas com visitas domiciliares dos agentes às casas, comércios e fazendas.

 

 

“Orientamos as pessoas a comparecerem à unidade de saúde de referência para o bairro onde mora, o que facilita a consulta dos dados, se o usuário da rede não tem o cartão de vacinação em mãos. Para quem vive na zona rural, a recomendação é que busque a vacina no Posto Central”, ressalta a referência técnica da Epidemiologia.

 

Contraindicações

A aplicação da vacina não é indicada às gestantes. Também não é aconselhado às pessoas com alergia grave a ovo; imunodeprimidos; em tratamento à base de corticoides ou contra o câncer e até mesmo aquelas portadoras do vírus do HIV e que fizeram transplante. Idosos com mais de 60 anos e mulheres que estão amamentando são avaliados nas unidades de saúde em relação à necessidade da administração da dose.

 

Luta contra o Aedes aegypti

A limpeza de lotes e quintais é fundamental para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Em Itaúna, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, mais de 90% dos focos do inseto estão em residências. A recomendação é não deixar água limpa parada em recipientes como latas, garrafas, bebedouro de animais, pneus e vasos de planta.

 

 

Conforme orientação da Secretaria Municipal de Saúde, a população também pode fazer uso de repelentes de insetos para se proteger do Aedes aegypti e outros mosquitos transmissores da Febre Amarela.

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.