COMPARTILHAR

A Mineração Usiminas completou nesse dia 1º de fevereiro dez anos de presença na região de Serra Azul, no centro-oeste mineiro. De lá para cá, a empresa já produziu 52,3 milhões de toneladas de minério de ferro e continua em trajetória de crescimento. No último mês de dezembro, registrou o maior volume de vendas – 800 mil toneladas – em um único mês desde o início de suas operações. Segundo o diretor executivo da Mineração Usiminas (MUSA), Wilfred Theodoor Bruijn, para 2018, a empresa mantém os planos de elevar as vendas externas. “Além da boa aceitação do produto pelo mercado, é esperada uma produção maior da MUSA uma vez que as instalações de tratamento Flotação e Mina Leste estarão em operação, já em capacidade regular, ao longo de todo o ano.”

 

 

Ainda segundo o diretor, “a aquisição dos ativos minerários que deram origem à MUSA foi estratégica para a companhia, que entrou no setor de mineração e, a partir de então, está presente em toda a cadeia produtiva do aço”. Desde que entrou em operação, a MUSA, que tem também a participação do Grupo Sumitomo, já gerou mais de R$ 1,1 bilhão em tributos municipais, estaduais e federais.

 

 

Estudos de entidades como o IBGE e a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) destacam a importância da indústria da mineração na região. Itatiaiuçu, onde estão concentradas as principais operações da empresa, por exemplo, segundo os últimos dados disponíveis no IBGE, registra o maior PIB per capita da região, de R$ 67,7 mil, acima da média do país, de R$ 28,8 mil. Já pelo último Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, que considera indicadores como saúde, educação, segurança pública e outros, o município alcança uma pontuação de 0,734, também acima da média nacional, de 0,651.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.