COMPARTILHAR

Investimentos da Prefeitura em segurança, aliados ao reforço do patrulhamento pela corporação, garantem ainda diminuição dos roubos em 22,3%

 

 

O relatório apresentado pela Polícia Militar nesta sexta-feira, 16 de fevereiro, comprova que o Carnaval de 2018 foi mais seguro. As estratégias implementadas pela atual administração, aliadas ao reforço do patrulhamento pela corporação, contribuíram para a redução significativa da criminalidade. O balanço, referente ao período entre os dias 08 e 13, da abertura da festa, na Praça da Lagoinha, ao encerramento, na avenida Jove Soares, aponta queda dos crimes violentos em 33,3%, enquanto os roubos diminuíram 22,3%, na comparação com o ano passado.

 

 

Em 2017, quando adotado pela primeira vez o modelo adotado pela Prefeitura com fechamento do Circuito Oficial, na “Prainha”, e entrada dos foliões somente mediante revista, além da ampliação do suporte da PM, a “Festa do Momo” chegou ao fim com índice de violência 9,8% menor em relação a 2016. Para 2018, os esforços visando garantir ainda mais segurança ao público foram redobrados, com resultado ainda mais significativo, conforme mostra o balanço.

Durante os preparativos para a folia, os organizadores se reuniram com representantes da 51ª Companhia de Polícia Militar, sob o comando do major Alexandre Barboza de Oliveira, para apresentar a proposta e, ao mesmo tempo, conhecer o planejamento da corporação. De acordo com o comandante, o efetivo de Itaúna foi reforçado com 20% mais policiais que no ano passado.

 

 

“Ampliamos a presença, desde o patrulhamento para a chegada dos participantes aos locais de evento, tanto na Lagoinha quanto na Jove Soares, até a saída dos mesmos, na volta para as suas casas. Houve cobertura durante todo o período de festa, com as equipes nas imediações dos pontos de concentração dos foliões. E, ao mesmo tempo, os bairros também não ficaram desguarnecidos, o policiamento ostensivo, com ações preventivas e repressivas, foi realizado em todas as regiões da cidade, durante todo o Carnaval”, salientou o oficial.

 

 

Segundo o major, houve aumento de 100% nas apreensões de armas de fogo, avanço de 40% nas prisões efetuadas e 13,5% nas apreensões de infratores. “Promover a segurança pública e a paz social são as atribuições da Polícia Militar. E, podemos observar o ótimo resultado com o planejamento feito para 2018. Os investimentos feitos pela Prefeitura também foram fundamentais para a redução da criminalidade. A instalação dos portões para acesso do público, com as pessoas revistadas, evita a entrada de materiais indevidos, em um espaço onde há grande aglomeração de pessoas, portanto, contribui muito para a diminuição da violência”, afirmou o comandante.

 

 

A administração municipal disponibilizou aparato especial para coibir os atos violentos. O trabalho da PM foi reforçado durante a folia do Pau de Gaiola, nas entradas do Circuito Oficial e ao longo da avenida Jove Soares, com a presença de seguranças e brigadistas contratados pela Prefeitura. O controle de acesso, com minuciosa revista, para impedir a entrada de armas e objetos perfurocortantes, além do monitoramento por câmeras, deram mais tranquilidade aos grupos de amigos e famílias inteiras que saíram para a “Festa do Momo”. A estrutura viabilizou ações rápidas na contenção de brigas e confusões, além da abordagem de suspeitos. De acordo com os cálculos da produção do evento, embasados na média de público apresentada pelo Corpo de Bombeiros, mais de 60 mil pessoas aproveitaram a festa, durante os cinco dias do Carnaval 2018, na “Prainha”. Na quinta-feira, 08, a Praça da Lagoinha recebeu cerca de 12 mil foliões.

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.