COMPARTILHAR

Primeira exposição traz esculturas do artista plástico Sérgio Martins, de Muzambinho (MG)

 

 

A Galeria de Arte da Cemig será reinaugurada, no dia 6 de março, às 19 horas, com a exposição “Cotidiano”, do artista plástico Sérgio Martins. Em 2018 e 2019, o espaço vai expor individuais de oito artistas selecionados na 24ª Concorrência de Talentos, que, em sua diversidade de estilos, compõem um panorama atual da arte contemporânea em Minas Gerais.

 

 

O Conselho Curador da Galeria analisou 89 projetos inscritos, dos quais foram selecionadas oito propostas, entre elas a exposição do artista Sérgio Martins, que traz reflexões e expressões do Cotidiano, em escultura de madeira, tecido e cobre, que ficará exposta na galeria do dia 06 de março a 20 de abril.

 

 

Morador de Muzambinho, natural de Belo Horizonte, Sérgio conta sobre sua primeira experiência em expor na capital.

 

 

“É a primeira vez que faço exposição em Belo Horizonte, e já comecei muito bem, expondo nessa Galeria de Arte tão importante e que já recebeu grandes nomes do meio artístico de Minas Gerais. Espero que o público goste das reflexões do “Cotidiano”.

 

 

A Galeria de Arte foi inaugurada na década de 80, e desde então foi sucesso absoluto de público. Através da Concorrência de Talentos Cemig, proporcionou, aos artistas selecionados, a oportunidade de expor seus trabalhos com apoio na estrutura da exposição e divulgação de suas obras.

 

 

A seleção dos artistas para exposição é feita por meio de edital público e um Conselho Curador, formado por professores e críticos renomados. O artista, também professor da Escola de Belas-Artes e membro do Conselho Curador, Márcio Sampaio comemora a iniciativa da Cemig sobre a reinauguração da Galeria. “Desde os anos 80 este é um espaço democrático, que recebeu grandes artistas de todo país e com isso se tornou referência para a cultura de Belo Horizonte, a reinauguração retomará o prestígio da Galeria”.

 

 

Desativada em 2013, a Galeria foi reaberta em 2017 com a exposição 65 Anos Cemig e agora será reinaugurada dando início às exposições de artistas selecionados com obras que trazem estilos e propostas diversas, por meio da utilização de técnicas variadas.

 

 

O espaço é uma prova da relação estreita da Cemig com a cultura, relacionando a empresa com a sustentabilidade e a democratização da arte, em um local aberto e gratuito.

 

 

A mostra individual “Cotidiano” reúne oito esculturas feitas de madeira, tecido e cobre e busca sensibilizar as pessoas sobre os diferentes sentimentos do cotidiano, alegria, dor, tristeza, êxtase e amor. Ela ficará aberta ao público até o dia 20 de abril, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.