COMPARTILHAR

Serviço quer ampliar fluxo de atendimentos na rede municipal para garantir assistência mais efetiva e humanizada

 

 

A psicóloga Cláudia Natividade, professora universitária e membro do Conselho Regional de Psicologia – CRP – conduziu, na manhã desta terça-feira, 13 de março, encontro promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, com a proposta de ampliar o debate e o trabalho em conjunto para o combate à violência contra a mulher. Durante o seminário, realizado no Edifício CDE e com a participação de servidores dos diversos setores da pasta, especialmente daqueles que têm contato direto com as comunidades no dia a dia, a profissional abordou os tipos de agressão, desde a psicológica e moral à física, e chamou a atenção para a necessidade de engajar cada vez mais a sociedade na luta pelo fim da prática.

 

 

À frente da organização, a diretora de Saúde Mental, Cristiane Santos de Souza Nogueira, explicou que a ação executada nesta semana, como extensão das atividades desenvolvidas pela Prefeitura para a celebração da Semana da Mulher, teve como principal objetivo sensibilizar os funcionários dos diversos serviços mantidos pelo Município, para a criação de fluxos de atendimento, facilitando e tornando mais humanizada a assistência e orientações às vítimas.

 

 

“Itaúna precisa avançar na proteção a essas pessoas. São muitos casos graves que chegam até nós. E, a partir da identificação dessas situações, queremos implementar medidas para que elas se sintam acolhidas, respeitadas e resguardadas. Pretendemos lançar estratégias para promover essa mudança”, frisou a gestora, que também é psicóloga. O diálogo entre os profissionais dos vários setores, que puderam se manifestar, inclusive, com relatos sobre casos vivenciados no cotidiano, foi um dos destaques da capacitação, que teve as discussões norteadas pelo conceito “olhares sensíveis para saídas possíveis”.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.