COMPARTILHAR

Investimentos feitos pelo SAAE para colocar equipamento em operação vão aumentar produtividade dos cooperados e otimizar monitoramento de contratos

 

 

A Prefeitura, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, e a Cooperativa de Reciclagem e Trabalho – Coopert – inauguraram no fim da tarde desta segunda-feira, 02 de abril, a balança rodoviária do aterro sanitário. O equipamento foi colocado em operação pelo SAAE, que fez os investimentos necessários para o funcionamento, garantindo melhores condições e mais produtividade para os cooperados, além de benefícios para o Meio Ambiente e, pela primeira vez, o controle do Município sobre a quantidade de resíduos coletados na cidade, o percentual descartado e o reaproveitado, o que reflete, principalmente, na eficácia das campanhas de incentivo à coleta seletiva, com ganhos para toda a sociedade.

 

 

A presidente da Coopert, Maria Joana, lembrou as dificuldades enfrentadas pela entidade, ao longo dos últimos anos, devido à ausência de aparelhagem adequada à pesagem dos materiais recebidos e separados no galpão.

 

 

“Tínhamos que deslocar tudo até a rodovia MG-050, o que gastava tempo e também dinheiro, devido aos custos operacionais desse processo, feito diariamente, já que o material recolhido, as doações e o que adquirimos de catadores avulsos, é pesado”, comentou. Para a dirigente da entidade, a nova aquisição é um grande avanço. “Agora temos uma balança, podemos dizer, no quintal de casa. E ficará muito mais fácil fazer o controle, enviar dados para a Prefeitura e SAAE, enfim, teremos como enriquecer e aprimorar as nossas atividades. Só temos a ganhar”, comemorou.

 

 

Segundo Maria Joana, a Coopert tem hoje 70 membros e beneficia, diretamente, cerca de 300 famílias, que vivem da triagem dos recicláveis. Atualmente, a cooperativa consegue triar, mensalmente, entre 218 e 220 toneladas de materiais. Montante que poderá aumentar, a partir de condições mais adequadas ao desenvolvimento do trabalho.

 

 

“É um equipamento de extrema importância para toda a disposição de resíduos sólidos, mas, fundamentalmente essencial para a otimização dos processos e procedimentos. Esse aparelho possibilitará melhor acompanhamento sobre o que chega aqui, viabilizando medidas para o prolongamento da vida útil do aterro sanitário. Também será reforçada a campanha educativa para incentivar a coleta seletiva, com a separação correta dos orgânicos e secos. Isso trará mudanças substanciais”, frisou o prefeito Neider Moreira.

 

 

O diretor-geral do SAAE, Samuel Nunes, completou. “Estávamos ansiosos para entregar a balança e colocá-la em funcionamento, pois, com ela, haverá condições de apurar o que gera de triagem e o que realmente vai para o aterro sanitário, contribuindo para melhorias no planejamento. Talvez pareça simples, mas isso significa o monitoramento de contratos relevantes na autarquia”.

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here