COMPARTILHAR

Estratégias intensificadas pela Secretaria de Saúde garantiram cobertura de 95,6% da população

 

 

Sábado, 07 de abril, foi Dia D de imunização contra a Febre Amarela em Itaúna e, mais uma vez, a mobilização da sociedade quanto à importância de prevenir a doença gerou resultado positivo. As unidades de saúde ficaram abertas das 08h às 16 horas, em toda a área urbana, e ao fim da campanha, haviam sido aplicadas 637 doses. Com isso, o município ultrapassou o índice de cobertura vacinal preconizado pelo Ministério da Saúde, que é 95%. Atualmente 95,6% da população está imunizada. Conforme o último relatório emitido pelo Estado, até meados de março, o Município havia alcançado 91,66%.

 

 

A Secretaria Municipal de Saúde reforçou as estratégias contra a Febre Amarela em mais um mutirão, com varredura em todas as regiões para evitar a proliferação do vírus causador da enfermidade. Agentes comunitários, uniformizados, estão percorrendo os domicílios para verificar os cartões de vacinas e disponibilizar, caso confirmada a necessidade, atendimento àqueles que ainda não foram imunizados.

 

 

 

As ações de bloqueio já alcançaram o Centro, Alto do Rosário, Cidade Nova, Morada Nova, São Geraldo, Itaunense, Garcias, Lourdes, Morro do Engenho, Graças, Irmãos Auler, Várzea da Olaria, Jadir Marinho, Padre Eustáquio, Vila Tavares, Santanense, Parque Jardim, Pio XII e Piedade. A partir desta semana, as equipes estão concentradas também nos povoados da zona rural. Para ampliação da cobertura, os profissionais atuam após o expediente normal, portanto, continuam em serviço após 16 horas fazendo visitas domiciliares.

 

 

A recomendação do Setor de Epidemiologia é para que os moradores de todas as localidades tenham à mão as cadernetas de vacinação, para que sejam conferidas. “É apurar, antes da aplicação, se a pessoa já recebeu ou não a dose, para que ela não seja exposta a riscos”, ressalta a enfermeira, Idamyana Oliveira, referência técnica em imunização da Secretaria Municipal de Saúde.

 

 

Contraindicações

A aplicação da vacina não é indicada às gestantes. Também não é aconselhado às pessoas com alergia grave a ovo; em tratamento à base de corticoides ou contra o câncer e até mesmo aquelas portadoras do vírus do HIV e que fizeram transplante. Idosos com mais de 60 anos e mulheres que estão amamentando são avaliados nas unidades de saúde em relação à necessidade da administração da dose.

 

 

Sábado, 14 de abril, tem Dia D na zona rural

Neste sábado, 14 de abril, as unidades de saúde da zona rural ficarão abertas, das 08h às 16 horas, para reforçar a imunização. Profissionais da saúde vão atender à população fazendo a conferência das cadernetas e, nos casos necessários, aplicando doses da vacina.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here