COMPARTILHAR

Governo de Minas anuncia R$ 400 mil para obras de ampliação de acesso às comunidades rurais e escoamento de produção

 

 

O projeto apresentado pela Prefeitura de Itaúna para duplicação da ponte de acesso ao Distrito Industrial, Fazendinha e Brejo Alegre foi aprovado pelo Governo de Minas, com a liberação de recursos para custeio da obra. A atual administração propôs as intervenções em 2017, atendendo a um pedido antigo de moradores da zona rural e empresários, que dependem da ampliação do acesso para escoamento da produção e mais segurança no trecho.

 

 

O anúncio foi oficializado pela Secretaria de Estado de Governo. Ao todo, serão liberados R$ 400 mil, recursos garantidos por meio de emenda parlamentar, encaminhada pelo deputado estadual Agostinho Patrus Filho.

 

 

“Desde o ano passado, a administração está empenhada em melhorar as condições do Distrito Industrial. É uma determinação do prefeito. E agora, Itaúna foi contemplada com um montante significativo para concretizar a obra. Em 2017 saíram as vigas para a duplicação, que vai beneficiar os empresários e a população de toda a região, contribuindo para atração de novos investimentos e, consequentemente, mais emprego e renda. Existe uma área de quase 100 mil metros quadrados para concessão a empresas”, comemorou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Diógenes Vilela.

 

 

O gestor anunciou ainda que em breve será lançado o edital do processo licitatório para a contratação de empreiteira que ficará responsável pela execução do projeto. “Hoje começa o recapeamento de toda a extensão da área asfáltica. A partir de julho, um trabalho para melhorias na iluminação, além de instalação de guaritas nos pontos de ônibus, já que o número de pessoas empregadas no Distrito Industrial vai aumentar e é preciso dar conforto a esses trabalhadores”, adiantou Diógenes Vilela.

 

 

Nova realidade no Distrito Industrial

 

 

À frente da administração do Distrito Industrial desde 2017, a Prefeitura de Itaúna já iniciou os estudos para implementar mais melhorias. Ações conjuntas entre as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Infraestrutura, Regulação Urbana e o Gabinete vão buscar soluções para o melhor aproveitamento dos terrenos e ainda adequações no sistema viário e urbanístico.

 

 

Em visita às áreas com previsão para serem doadas, em junho do ano passado, os secretários constataram a necessidade de intervenção nos aspectos urbanísticos, com a abertura de uma nova rua e reforço na sinalização, destacando, à época, a necessidade de alargamento da ponte sobre o Rio São João. “Os equipamentos à disposição do Distrito Industrial foram planejados há mais de três décadas. Hoje, a realidade é outra e a Prefeitura está ciente dos novos desafios, por isso, iniciou os estudos de viabilidade para propor as melhorias necessárias. Quando tudo estiver pronto, o Governo Municipal vai dar mais condições para o real crescimento das empresas, atraindo novos e mais investimentos, fundamentais para o crescimento da cidade”, resumiu o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Serviços, Fernando Franco.

 

 

Distrito Industrial

Criado em Itaúna em 1982, o Distrito Industrial na Fazendinha está instalado em uma área de aproximadamente 1.207.400,00 m² e concentra a maioria dos lotes destinados à concessão. O espaço foi apresentado pela Prefeitura de Itaúna para a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais – Codemig, que detinha os direitos sobre o terreno. “Com a reativação da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento, o Município conseguiu junto ao órgão estadual a gerência total do Distrito Industrial, fortalecendo a execução de melhorias e facilitando o fornecimento de documentação às empresas já existentes”, reforçou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Diógenes Vilela.

 

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here